Jornal do Commercio
SEGUNDO TURNO

Haddad sobre Bolsonaro: por que entrevista pode e debate não?

Haddad apelou mais uma vez para que Bolsonaro participe de debates frente a frente

Publicado em 11/10/2018, às 14h12

"Da onde saiu essa prescrição médica? Gostaria de entender melhor", questionou o petista
Foto: EVARISTO SA / AFP
Estadão Conteúdo

Candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad apelou mais uma vez para que o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) participe de debates frente a frente no segundo turno da disputa "Por que entrevista pode e debate não?", questionou o petista. "Da onde saiu essa prescrição médica? Gostaria de entender melhor."

O petista acusou ainda o candidato do PSL de espalhar mentiras dizendo que, durante os governo do PT, o Ministério da Educação distribuiu o chamado kit gay nas escolas.

"Ele não conhece escola pública, ridícula essa manifestação. Por isso que foge dos debates", atacou Haddad. "Você acha certo ganhar voto mentindo contra seu oponente? Isso não tem nenhum cabimento."



Recomendação médica

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, só terá autorização médica para participar de debates e eventos de mais de três horas a partir quinta-feira da próxima semana, dia 18. A recomendação foi dada na manhã desta quarta-feira, 10, pelos médicos Antonio Luiz de Vasconcellos Macedo e Leandro Echenique, que examinaram o capitão reformado em sua casa, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Após o encontro, os médicos disseram a jornalistas que Bolsonaro ainda enfrenta uma anemia e que precisa recuperar massa perdida. "Ele ainda tem anemia. Então, a liberação não é completa. Não pode fazer viagens, nem atividades mais prolongadas", disse o cardiologista Echenique.



Comentários

Por gessé ,11/10/2018

KKKKKKKKKKKK OS BOLSONARISTAS SEMPRE RAIVOSOS SÃO TODOS UNS COVARDES MESMO GUANDO A COISA ENGROSSA SAI TUDO COM OS RABINHOS ENTRE AS PERNAS KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Por Lopes,11/10/2018

Melhor seria se Bolsonaro promovesse entrevistas coletivas amplas , abertas e irrestritas com a imprensa , nacional e internacional. Haddad não merece a honra de participar de um debate em cadeia nacional com Bolsonaro. É um fantoche de um presidiário.

Por Almeida,11/10/2018

Haddad não merece a honra de participar de um debate em cadeia nacional com Bolsonaro. É um fantoche de um presidiário.

Por Luis Carlos Araujo ,11/10/2018

É um escandalo um candidato a Presidencia de um País como o Brasil, estar a mercê de um PRESIDIARIO, por corrupçâo, Lavagem de dinheiro,roubos de Recursos Financeiro de um pôvo empobrecido pelas Falcatruas, de conhecimeno Público. VERGÔNHA !!!! NACIONAL !!!!

Por Luis,11/10/2018

A razão para o Bolsonaro fugir do debate é que tem muito menos conhecimento e oratória que o seu adversário. Bolsonaro mal entende de aritmética e acha que tem ornitorrinco na amazônia (só se for quando ele vai a Manaus). Haddad tem mestrado em economia e doutorado em ciência política, além de ser formado em direito, tudo isso na USP, excelente instituição de ensino superior. Além disso, o Bolsonaro gagueja quando tem que justificar as declarações do seu vice, que quer acabar com o 13º salário, porque no fundo ele sabe que após eleito, o capitão não vai poder se opor ao GENERAL.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM