Jornal do Commercio
ELEIÇÕES 2018

PT planeja revelar parte do gabinete antes do 2º turno

Nomes para as pastas de Educação, Fazenda e Justiça devem ser divulgados pelo PT antes do 2° turno

Publicado em 11/10/2018, às 09h29

Jaques Wagner, um dos coordenadores de campanha do PT, afirmou que os nomes serão divulgados para 'tranquilizar a população' / Foto: José Cruz/Agência Brasil
Jaques Wagner, um dos coordenadores de campanha do PT, afirmou que os nomes serão divulgados para 'tranquilizar a população'
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Estadão Conteúdo

O ex-ministro e ex-governador Jaques Wagner (PT), senador eleito pela Bahia e um dos coordenadores da campanha do candidato à Presidência Fernando Haddad (PT), afirmou nesta quarta-feira (10), que nomes de ministros de um governo petista podem ser anunciados antes da eleição.

As pastas de Educação, Fazenda e Justiça podem ter divulgados "nomes que tranquilizem a população", segundo Wagner. "Pode ser que ele anuncie um, dois, três nomes, na Educação, Fazenda, Justiça (...) Na Educação, pode ser que anuncie uma sumidade da Educação", afirmou.

Segundo Wagner, na Educação o anúncio teria a função de minimizar o impacto de notícias falsas. Na Justiça, afirmou, a divulgação teria a função de dar recados na área de segurança, uma das principais bandeiras do adversário Jair Bolsonaro (PSL). "O discurso sobre segurança pública tem que ser duro, senão a população não acredita em você", disse.



O ex-ministro disse ainda que o perfil da equipe econômica não seria encabeçada por alguém do mercado financeiro. O nome ideal, afirmou, "pode ser de alguém da indústria ou algum desenvolvimentista", mas "seguramente não será alguém do mercado financeiro", porque "esse perfil do mercado a gente já conhece"

Wagner chamou Bolsonaro de "candidato fake, que vive de fake news". Em outro momento, afirmou que o candidato do PSL é "valente fujão" e "valente de bravatas". "Nenhum empresário com juízo vai botar dinheiro aqui com um governo dessa natureza, sem saber que regra está valendo. Talvez a gente vire um governo só do agronegócio. É a contramão do mundo", afirmou Wagner. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Por Gonzaga,11/10/2018

Forasteiro falastrão, aproveitador da ignorância alheia. Se os baianos tivessem vergonha na cara teriam feito como os mineiros e dado um "pé na bu#da" desse calhorda!

Por José Marcos ,11/10/2018

O PT passou quase 13 anos no poder e deixou o país quebrado com 14 milhões de desempregados. Agora, vem esse sindicalista de bosta (alvo da lava-jato) com essa conversinha fiada. Botem a Dilma na Economia. KKKK.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM