Jornal do Commercio
ELEIÇÕES 2018

Bolsonaro sugere nomes do DEM para compor eventual governo

Além de Onyx Lorenzoni (DEM-RS), já apresentado como eventual ministro da Casa Civil, os nomes de Alberto Fraga (DF) e Pauderney Avelino (AM) também foram citados

Publicado em 25/10/2018, às 08h09

Os nomes foram ventilados por Bolsonaro em encontro realizado na última terça (23) / Foto: Agência Brasil
Os nomes foram ventilados por Bolsonaro em encontro realizado na última terça (23)
Foto: Agência Brasil
JC Online

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) sinalizou que, caso eleito, eventuais nomes para compor o primeiro escalão de seu governo viriam do DEM.

Além de Onyx Lorenzoni (DEM-RS), já apresentado como eventual ministro da Casa Civil, outros nomes da sigla estão sendo cotados para assumir cargos no seu possível governo. Dois deles são deputados que não se reelegeram: Alberto Fraga (DF), atual líder da 'bancada da bala' no Congresso, e Pauderney Avelino (AM).

Os nomes foram ventilados por Bolsonaro em encontro realizado na última terça (23), com 32 representantes da Frente Parlamentar da Segurança Pública, segundo informações do jornal Estado de S. Paulo. Ao longo de sua campanha, uma das promessas de Bolsonaro era formar uma equipe de governo livre de interferências partidárias.

Ainda sem conversas formais

Os deputados, por sua vez, negam que existam conversas formais em andamento com o DEM para composição do governo, mas afirmam que há uma "identificação pessoal" de Bolsonaro com os integrantes da legenda e com o programa conservador do partido.

Alberto Fraga foi indicado pelo ex-militar como possível "coordenador" da base aliada - papel atualmente do ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência - durante encontro com parlamentares no Rio. "Anuncio aqui que quem vai coordenar a bancada, lá do Planalto, vai ser o Fraga", disse Bolsonaro, em meio a risos e aplausos. Fraga, por sua vez, negou ter recebido convite formal e disse ter se surpreendido com a declaração, que chamou de "comentário despretensioso".



Já quanto a Pauderney Avelino, Bolsonaro afirmou, em vídeo ao lado do político do DEM, que "ele [Pauderney] fará parte, com toda certeza, do nosso governo, e fará intermediação com esse Estado próspero e maravilhoso (Amazonas), mas que precisa de alguns reparos, para que vocês possam, na economia e em outras áreas também, crescer na região".

Questionado, Pauderney disse preferir aguardar o resultado das eleições antes de uma definição sobre seu eventual cargo. “Acho que posso, sim, fazer parte (de um eventual governo Bolsonaro)", disse ao Estadão.

Além deles, entre outros nomes que despertam interesse em seguir no governo está o de Rodrigo Maia (DEM-RJ), atual presidente da Câmara, que busca se manter no comando da Casa. Mendonça Filho (PE), ex-ministro da Educação do governo Temer e derrotado na disputa pelo Senado, também é cotado para voltar à Esplanada.

No segundo turno, o DEM liberou os filiados para apoiar quem acharem melhor. Historicamente, no entanto, o partido sempre fez oposição ao PT.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM