Jornal do Commercio
DISCUSSÃO

'Negão do Bolsonaro', diz D2 sobre deputado eleito, que rebate: 'irmão que me deu a mão'

Marcelo D2 fez uma publicação no Twitter criticando o fato de Hélio Negão - que hoje adota 'Bolsonaro' como sobrenome - ser o único negro acompanhando o presidente eleito

Publicado em 31/10/2018, às 09h59

Marcelo D2 destacou que Hélio era o único negro na comemoração de Bolsonaro / Foto: Reprodução/Twitter
Marcelo D2 destacou que Hélio era o único negro na comemoração de Bolsonaro
Foto: Reprodução/Twitter
JC Online

Em publicação feita na manhã desta quarta-feira (31), Marcelo D2 comentou sobre a presença do subtenente do Exército conhecido como Hélio Negão - que agora usa o nome Hélio Bolsonaro - na comemoração da vitória de Jair Bolsonaro (PSL) como presidente. Na imagem compartilhada pelo rapper, ele destaca que o deputado federal, mais votado pelo Rio de Janeiro, era o único negro presente.

"Talvez seja essa a nova nomenclatura pro escravo da casa grande. Bater palma pro patrão, no caso aqui lamber o coturno do capetão. 'Eu não sou racista, tenho ATÉ um amigo preto' (sic)", escreveu Marcelo no Twitter. Para ele, Hélio "foi o escolhido para blindar" Bolsonaro de ser chamado de racista.

A postagem logo repercutiu entre os internautas, acumulando mais de dois mil comentários na discussão, e chegou ao conhecimento do próprio Hélio, que rebateu a crítica feita pelo cantor: "Querido Marcelo D2, pare de pré-julgamento de minha pessoa ou do porque de eu estar ali ao lado do homem/irmão que me deu a mão e me ouviu. Fui o mais votado por mérito e, graças a Deus, pela aceitação do povo. Bato palma para meu irmão, não meu patrão".



Como tréplica, o cantor voltou a reforçar seu comentário inicial sobre Bolsonaro ser um "patrão" para o subtenente: "Hélio não sei se você sabe da história de um certo Malcolm que preferiu assumir o X como sobrenome do que ter o nome do patrão depois do seu. Ele disse 'Nesse país o negro é tratado como animal, e animais não tem sobrenome'. Se erga rapaz".




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM
'; status++; } } else { status = 0; document.getElementById("aovivo").style.display = "none"; } setTimeout(function() { aovivo(); }, 180000); })();