Jornal do Commercio
Eleições

Marina vai disputar a presidência no lugar de Eduardo

Candidatura oficial deve ser divulgada após o enterro de Eduardo Campos

Publicado em 16/08/2014, às 08h53

 / Foto: Foto: Clemilson Campos/JC Imagem
Foto: Foto: Clemilson Campos/JC Imagem
Do JC Online
Com informações da Folha de São Paulo

Marina Silva foi escolhida pelo PSB como candidata à presidência da República no lugar de Eduardo Campos, que morreu em um acidente de avião nesta quarta-feira (13). A informação foi divulgada na Folha de São Paulo neste sábado (16). De acordo com o jornal, a candidata aceitou encabeçar a chapa e deverá anunciar a mudança oficial na partir da próxima quarta-feira (20), em respeito ao enterro de Eduardo programado para este domingo (17).

Após a morte de Eduardo quem assumiu a presidência do PSB foi Roberto Amaral, que após uma grande pressão dos correligionários aceitou apoiar Marina Silva. O próximo passo do PSB é discutir quem será o vice da chapa presidencial. Um dos mais cotados para a vaga é o deputado gaúcho Beto Albuquerque, que está como candidato ao senado. 

"A candidatura de Marina contempla nosso projeto. Será uma solução de continuidade. O PSB indicará um novo vice", disse Amaral à Folha.



A negociação que levou Marina Silva a aceitar o lugar de Eduardo Campos aconteceu após receber apoio público da família do ex-governador e candidato à presidência Eduardo Campos. De acordo com aliados, a viúva, Renata Campos, incentivou Marina a concorrer às eleições. O irmão de Eduardo, o advogado e escritor Antônio Campos, escreveu uma carta prestando apoio à candidatura de Marina. 

Como vice para a chapa presidencial, existem outros nomes como alternativa além de Albuquerque. Júlio Delgado (PSB-MG), o ex-deputado Maurício Rands (PSB-PE) e Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), ex- ministro da integração Nacional do governo Dilma Rousself. 

A ex-senadora Marina Silva disse ao PSB que respeitará as duas exigências do partido:  respeitar acordos regionais fechados à sua revelia, em estados como Rio de Janeiro e São Paulo, e incorporar um discurso desenvolvimentista. 

Marina também prometeu conduzir a campanha da mesma maneira que Eduardo Campos fazia. 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM