Jornal do Commercio
Câmara Municipal

Assessores passaram a receber comerciantes no subsolo

Mudança aconteceu após comerciantes relatarem terem sido notificados a apresentar documentos no local de maneira extraoficial

Publicado em 30/10/2014, às 10h06

A sala da liderança do PTB na Câmara Municipal, usada por assessores durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Alvarás, teve a chave trocada no fim de agosto. A mudança aconteceu após comerciantes relatarem terem sido notificados a apresentar documentos no local de maneira extraoficial. Apesar das denúncias, 17 dias depois, dois funcionários foram flagrados em outra sala da Casa, cedida pela Secretaria de Infraestrutura, ligada à Presidência, tentando extorquir dinheiro de um empresário.

Ambos os locais só foram usados pelo servidor municipal Roberto de Faria Torres, emprestado à Câmara durante a CPI, e pelo então assessor parlamentar Antônio Pedace, do gabinete de Eduardo Tuma (PSDB), porque havia autorização superior. No caso da sala do PTB, o aval foi dado pelo vereador Paulo Frange, líder do partido, a pedido do colega de legenda Adilson Amadeu, que solicitou os serviços de Torres. 

De acordo com Frange, a sala foi liberada para ajudar na análise de documentos e não para abrigar reuniões. "Mas, no dia 22 de agosto, fui procurado por comerciantes que haviam sido chamados a apresentar documentação nessa sala. Como ela estava fechada, eles foram ao meu gabinete. Achei estranho porque é a secretaria da CPI que deve receber qualquer tipo de documento e a notificação apresentada por eles nem parecia ser oficial."



Os comerciantes tinham em mãos a segunda via de um pedido de esclarecimento enviado supostamente por Torres e Pedace. São esses os funcionários flagrados depois pela reportagem do Fantástico exigindo R$ 15 mil de um empresário para regularizar seu bar. Após conversar com os comerciantes, Frange avisou o presidente da CPI, Eduardo Tuma, o presidente da Casa, José Américo (PT), e o secretário-geral, Rodrigo Ravena, que decidiu trocar as chaves da sala do PTB.

Frange registrou boletim de ocorrência como forma de se resguardar. Em nota, a Presidência da Câmara informou que cedeu a sala a pedido da CPI dos Alvarás, que passou a ter "acesso exclusivo ao local".




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM