Jornal do Commercio
OPERAÇÃO LAVA JATO

'Acho graça pedir minha renúncia e não de Dilma', diz Cunha

Questionado sobre as contas que teria no exterior, Cunha afirmou que também só iria comentar o assunto por meio de seus advogados

Publicado em 23/10/2015, às 09h51

Questionado sobre o bloqueio e sequestro dos recursos de contas na Suíça onde ele figuraria como controlador, Cunha disse que não ia comentar o assunto. / Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Questionado sobre o bloqueio e sequestro dos recursos de contas na Suíça onde ele figuraria como controlador, Cunha disse que não ia comentar o assunto.
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Do Estadão Conteúdo

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou nesta quinta-feira (22), que aqueles que defendem sua renúncia por conta de denúncias na Operação Lava Jato também deveriam, pelo mesmo "parâmetro", pedir a saída da presidente Dilma Rousseff.

"Eu acho graça de alguns que vêm aqui falar da minha renúncia, mas não pedem da presidente Dilma. Se for pelo mesmo parâmetro, você teria muitas e iguais motivações", disse Cunha em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.



Em seu gabinete, Cunha conversou com a reportagem na manhã dessa quinta-feira (22), antes da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki de sequestrar e bloquear os recursos de contas na Suíça onde ele figura como controlador, segundo a Procuradoria-Geral da República. Questionado no fim da tarde sobre o assunto, Cunha afirmou: "Sequestro de recursos que estão me atribuindo. Não vou comentar. Isso é com o meu advogado".

Questionado sobre as contas que teria no exterior, o presidente da Câmara disse que reiterava o que já havia dito antes por meio de notas e afirmou que também só iria comentar o assunto por meio de seus advogados - ou por intermédio de novas notas.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM