Jornal do Commercio
Impeachment

Legislativo não é mero puxadinho do Poder Executivo, diz relator

De acordo com o relator, que chegou a ser interrompido por gritos favoráveis e contrários a Dilma, seu relatório não foi escolha aleatória sem base legal

Publicado em 17/04/2016, às 16h16

Em defesa da legalidade de seu relatório, Arantes disse que processo foi transparente e que também houve diálogo com o Supremo Tribunal Federal  / Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Em defesa da legalidade de seu relatório, Arantes disse que processo foi transparente e que também houve diálogo com o Supremo Tribunal Federal
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Do Estadão Conteúdo

Em uma sessão tumultuada, o relator do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, Jovair Arantes (PTB-GO), introduziu a apresentação de seu relatório - que pede a abertura do processo contra a presidente - defendendo a legalidade de sua posição e acusando o governo. "Situação é grave, é hora de reescrever a história", afirmou. Para ele, há indícios mais que suficientes de que houve crime de responsabilidade.

>>>> ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA DO SJCC

De acordo com o relator, que chegou a ser interrompido por gritos favoráveis e contrários a Dilma, seu relatório não foi escolha aleatória sem base legal, mas sim com base em fatos graves. "54 milhões de votos não autorizam o descumprimento da constituição", disse. "Democracia é muito mais que eleição popular, não se pode tudo porque foi eleito". Ele disse que defenderia seu relatório com tranquilidade e criticou a base aliada, afirmando que não se pode ganhar votação no grito.



Em defesa da legalidade de seu relatório, Arantes disse que processo foi transparente e que também houve diálogo com o Supremo Tribunal Federal (STF). Arantes afirmou que impeachment não é golpe e defendeu independência institucional do Congresso. "Legislativo não é mero puxadinho do Poder Executivo", disse. Ele ressaltou que a fase atual é de admissibilidade do processo, cabendo ao Senado concluir o julgamento.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM