Jornal do Commercio
Pátio do Carmo

Principal cabo eleitoral de Lula, Dilma aposta em discurso virulento em Pernambuco

Em pronunciamento, ex-presidente pediu apoio para eleger Lula e criticou Michel Temer

Publicado em 26/08/2017, às 11h14

O pátio da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, no Centro do Recife, ficou tomado por militantes na noite de ontem / Foto: Ricardo Stuckert/ Fotos Públicas
O pátio da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, no Centro do Recife, ficou tomado por militantes na noite de ontem
Foto: Ricardo Stuckert/ Fotos Públicas
Da Editoria de Política

Em sua primeira incursão ao lado do ex-presidente Lula na caravana que o petista tem feito pelo Nordeste, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) se converteu, na última sexta-feira (25), no principal cabo eleitoral do antecessor, já que ele é impedido pela legislação de fazer campanha antecipada. “Vamos, com toda a nossa determinação, eleger o nosso grande presidente Lula. Ele é a pessoa que representará novamente um Brasil de cabeça erguida”, pediu a petista, de manhã, aos militantes que acompanhavam o ato da caravana petista em Ipojuca.

À noite, no Recife, o tom do discurso foi o mesmo. Além de defender o retorno de Lula à Presidência, Dilma voltou a acusar de golpistas aqueles que foram favoráveis à sua saída do Palácio do Planalto. Ressaltando programas sociais criados nos governos do PT, como o ProUni e o Mais Médicos, a ex-presidente disse que “o impeachment é um golpe para tirar todos os direitos que os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil conquistaram nos últimos anos a partir do governo do presidente Lula”.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Em ambos os atos, com uma fala em tom de perseguição política, Dilma disse haver uma tentativa de impedir que o PT vença a próxima eleição. “Tentarão impedir que nós ganhemos a eleição outra vez com o presidente Lula”, acusou, numa referência à condenação de Lula pelo juiz federal Sérgio Moro.

Às vésperas de completar um ano do impeachment – na próxima quinta-feira, 31 –, Dilma adotou um discurso virulento contra a gestão do presidente Michel Temer, chamado repetidas vezes de golpista. “É um governo que não tem o menor compromisso com o povo brasileiro. Tem compromisso com os ricos”, disparou.



No ataque a Temer, Dilma centrou fogo nos projetos de terceirização e, principalmente, na venda de ações da Eletrobras. Ex-ministra de Minas e Energia, Dilma coordenou de perto o setor elétrico durante os governos do PT. A petista foi responsável por medidas que deixaram em crise as empresas de produção e distribuição de energia ao pressionar o barateamento da conta de energia às vésperas da campanha pela reeleição, em 2014.

“Depois desse processo de privatizar a Eletrobras, vão querer privatizar as joias da coroa, que são Furnas, a Chesf e a Eletronorte. E é o mesmo processo que está acontecendo com a Petrobras. Não tenhamos dúvidas que esse é o governo que quer vender terra para estrangeiro”, disse.

TROPEÇO

Conhecida por colecionar discursos confusos, principalmente na época em que era presidente, a petista cometeu mais um deslize no Pátio do Carmo. Ao se referir a uma frase da estudante negra Bruna Sena, que passou em primeiro lugar no vestibular de medicina da Universidade de São Paulo (USP) este ano, Dilma se atrapalhou e acabou invertendo a ordem da frase, corrigindo-a logo em seguida. “Como disse uma médica negra ao se formar, a senzala surta... A senzala... Desculpa. A casa grande surta quando a senzala vira médica”.



Comentários

Por Sávio,27/08/2017

O meu voto é NULO, mas se LULA fosse candidato, poderia até votar nele (nin-guém mais como governador, deputados e etc) para corrigir os erros de Dilma e Temer contra Pernambuco, pois não fizeram NADA. Mas se LULA tiver Dilma como cabo eleitoral perdeu meu voto

Por carlos lira,26/08/2017

Uma alegria muito grande para quem perdeu marido e esposa a pouco tempo, eles não têm coração.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM