Jornal do Commercio
PRESIDENTE

Temer chama de 'análise sociológica' críticas de Meirelles ao PSDB

Meirelles criticou a indecisão do PSDB quanto à reforma da Previdência e a falta de comprometimento em defender o ''legado'' do atual do governo

Publicado em 05/12/2017, às 18h52

"Ele fez uma declaração de acordo com as concepções dele. Mas nada agressivo com relação ao PSDB", disse Temer
Foto: Beto Barata/PR/FotosPúblicas
Estadão Conteúdo

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira (5), não ter considerado um ataque ao PSDB as declarações do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, sobre o partido e sobre o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo mostrou que as críticas recentes feitas pelo ministro têm o aval do presidente.

"Ele fez uma declaração de acordo com as concepções dele. Mas nada agressivo com relação ao PSDB. Foi uma análise sociológica", disse Temer.



Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, publicada na segunda-feira, 4, Meirelles disse que o governo terá um candidato à Presidência em 2018. Afirmou, porém, que esse postulante não será Alckmin, criticando a indecisão do PSDB quanto à reforma da Previdência e a falta de comprometimento em defender o "legado" do atual do governo.

Estratégia para a eleição

Conforme revelou o Estado no fim do mês passado, Temer começou a desenhar uma estratégia para a eleição. A ideia é reunir os principais partidos da coalizão governista em uma chapa de centro-direita para a corrida ao Palácio do Planalto. Filiado ao PSD, Meirelles quer ser esse concorrente e já tenta repaginar sua imagem, para torná-la mais popular.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM