Jornal do Commercio
Investigação

'Estão tentando destruir' vida de Cristiane, diz Roberto Jefferson

Presidente do PTB e pai da deputada Cristiane Brasil, Roberto Jefferson criticou investigações sobre a filha, que continua impedida de assumir ministério

Publicado em 03/02/2018, às 14h21

Roberto Jefferson (ao fundo) e a filha Cristiane Brasil / Antonio Augusto / Câmara dos Deputados
Roberto Jefferson (ao fundo) e a filha Cristiane Brasil
Antonio Augusto / Câmara dos Deputados
Estadão Conteúdo

O presidente do PTB, Roberto Jefferson, disse neste sábado, 3, que "estão tentando destruir a vida política promissora" de sua filha, a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), indicada pelo partido para assumir o cargo de ministra do Trabalho no governo Michel Temer. A nomeação da parlamentar para o posto foi impedida por força de uma decisão liminar da 4ª Vara Federal de Niterói, proferida em 8 de janeiro.

O Estado mostrou, neste sábado, 3, que Cristiane Brasil é alvo de um inquérito que apura suspeitas de tráfico de drogas e associação para o tráfico durante a campanha eleitoral de 2010. A investigação foi enviada na sexta-feira, 2, à Procuradoria-Geral da República (PGR), em Brasília, porque Cristiane possui foro privilegiado. O inquérito também apura suposto envolvimento no caso do deputado estadual Marcus Vinicius (PTB), ex-cunhado da parlamentar, e três assessores dela na época. Eles são acusados de dar dinheiro a traficantes de Cavalcanti, bairro pobre da zona norte da cidade e uma das bases eleitorais da deputada.

"A matéria diz que Cristiane Brasil é alvo de inquérito por suspeita de associação ao tráfico de drogas em uma eleição, a de 2010, da qual não participou. Por que destruir a vida política promissora de uma pessoa dedicada em tudo que faz e que está preparada para exercer o cargo de ministra?", questionou Jefferson em sua página pessoal no Twitter.



O presidente do PTB relacionou a investigação contra Cristiane com o fato de ter denunciado o esquema do caso conhecido como mensalão, há 13 anos. "É o PT e seu esquema no Judiciário dando o troco por eu ter denunciado o mensalão, prefácio do petrolão, o maior escândalo de corrupção da história do mundo", afirmou.

Assombrado

Jefferson diz estar "assombrado" pela investigação vir a público oito anos depois dos fatos investigados. Ele questionou ainda o fato do inquérito não envolver o nome do deputado federal Sérgio Zveiter (PODE-RJ), que teria, segundo o presidente do PTB, feito "dobradinha" com o ex-cunhado de Cristiane Brasil na mesma eleição.

"Para completar meu assombro, o inquérito, oito anos depois da eleição, corre em 'segredo de justiça'. Cristiane apoiou em 2010 o deputado estadual Marcus Vinicius, que concorreu em dobradinha com Sérgio Zveiter, que não consta do inquérito. Por que o nome de Zveiter não consta do inquérito? Por que votou contra o presidente Temer na Câmara (ele foi o relator da denúncia) e contra o impeachment de Dilma?", afirmou Roberto Jefferson. A reportagem procurou o deputado Sérgio Zveiter, mas os celulares do deputado estão desligados.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM