Jornal do Commercio
Força Área Brasileira

FAB confirma que áudios ofensivos a Lula durante voos são reais

Em um dos áudios, é possível ouvir um homem dizendo ''leva e não traz nunca mais''. Lula foi para Curitiba em monomotor. Lá, pegou helicóptero até a PF

Publicado em 08/04/2018, às 23h04

FAB alega que é possível afirmar que as referências não foram emitidas por controladores de voo / Foto: Marcello Casal Jr/Agencia Brasil
FAB alega que é possível afirmar que as referências não foram emitidas por controladores de voo
Foto: Marcello Casal Jr/Agencia Brasil
Estadão Conteúdo

A Força Área Brasileira (FAB) confirmou a veracidade de áudios que circulam nas redes sociais com pessoas conversando com as aeronaves que transportaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de São Paulo à sede da Polícia Federal em Curitiba, na noite de sábado.

Em um dos áudios, é possível ouvir um homem não identificado dizendo "leva e não traz nunca mais". Em outro trecho, outro homem que não se identifica diz "manda esse lixo janela abaixo aí". Lula fez o trajeto até Curitiba em um monomotor. Lá, pegou um helicóptero até a sede da PF.

"Os dois áudios recentes envolvendo comunicações aeronáuticas e contendo comentários externos são verdadeiros e ocorreram nas frequências da Torre Congonhas, em São Paulo, e na da Torre Bacacheri, em Curitiba", diz nota da FAB publicada no Twitter oficial do órgão.

A Força Área alega que é possível afirmar que as referências ao ex-presidente não foram emitidas por controladores de voo. "As frequências utilizadas para essas comunicações aeronáuticas são abertas. O objetivo é que todos na sua escuta tenham conhecimento do que está ocorrendo no tráfego aéreo, condição importante para manutenção da segurança operacional", diz a nota



A FAB afirmou ainda que "lamentavelmente" o serviço foi usado de forma inadequada porque as declarações emitidas fogem da "fraseologia padrão" da comunicação de tráfego aéreo e os usuários não se identificaram, o que é obrigatório.

Prisão de Lula

Lula aterrissou em Curitiba, terra da Lava Jato, em um monomotor da Polícia Federal. O ex-presidente da República chegou ao aeroporto Afonso Pena às 22h11 desse sábado(7).

Uma sala especial na carceragem da corporação, no Paraná, abriga o petista, condenado a 12 anos e um mês de reclusão na Operação Lava Jato. Ele está isolado dos demais presos da operação que investiga desvios bilionários na Petrobrás.

Após dois dias entrincheirado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, ele saiu à pé e se entregou às 18h40 desse sábado (7), à Polícia Federal.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM