Jornal do Commercio
Congresso

Rodrigo Maia quer votar Cadastro Positivo na próxima semana

O Cadastro Positivo tornará obrigatória a participação dos cidadãos em um banco de dados de quem pagou empréstimos e financiamentos em dia

Publicado em 27/04/2018, às 09h33

O presidente da Câmara dos Deputados encerrou a sessão na madrugada dessa quarta (26) sem conseguir votar o projeto, por conta da obstrução dos parlamentares da oposição / Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
O presidente da Câmara dos Deputados encerrou a sessão na madrugada dessa quarta (26) sem conseguir votar o projeto, por conta da obstrução dos parlamentares da oposição
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
Editoria de Política
Com informações da Rádio Jornal

Atualizada às 9h56

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) afirmou nesta sexta-feira (27), em entrevista ao programa Passando a Limpo da Rádio Jornal, que tem condições de votar o projeto que altera o Cadastro Positivo na próxima semana, após o feriado de 1º de maio, Dia do Trabalhador. A proposta faz parte do pacote econômico proposto pelo governo no início do ano legislativo e é considerada uma das principais medidas do Banco Central na área de crédito.

"Isso vai reduzir o litígio dos outros bancos para a sociedade. Vai ser criar um sistema onde você vai dar acesso ao crédito, porque não existe um cadastro de histórico de pagamento para a família. Pessoas ricas dão o patrimônio como garantia, mas a pessoa que não tem renda, a ínica coisa que tem na vida é a reputação para ir no banco pegar crédito", disse Maia. 

Pré-candidato à Presidência da República, Rodrigo Maia está em Recife nesta sexta (27) para participar do seminário “Educação em Debate”, promovido pela Fundação Liberdade e Cidadania e o Partido Democratas em Pernambuco. Também estarão presentes o  líder da bancada do DEM na Câmara, o deputado federal Rodrigo Garcia e o ex-ministro da Educação e deputado federal Mendonça Filho (DEM). 



Caso aprovado, o cadastro positivo tornará obrigatória a participação dos cidadãos no banco de dados que vai reunir informações sobre quem já terminou de pagar empréstimos e financiamentos e pagou em dia. 

Obstrução

Maia encerrou a sessão na Câmara na madrugada dessa quarta-feira (26) sem votar o projeto. Durante a sessão, líderes da base mobilizaram os deputados e começaram a fazer contas para ver se haveria o número necessário para aprovar a proposta. Por se tratar de um projeto complementar, a matéria tem de ser aprovada pela maioria absoluta da Casa - 257 parlamentares. Como a oposição está em obstrução desde a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 7, o governo não tem conseguido uma margem segura para colocar o texto em votação.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM
'; status++; } } else { status = 0; document.getElementById("aovivo").style.display = "none"; } setTimeout(function() { aovivo(); }, 180000); })();