Jornal do Commercio
Eleição

Sem Lula no 2º turno, Marina venceria Ciro, Alckmin e Bolsonaro

Uma pesquisa foi feita pelo Datafolha, e mostram as intenções de voto na corrida presidencial de outubro e divulgados neste domingo (10)

Publicado em 10/06/2018, às 12h02

A única simulação em que Ciro ficaria atrás no segundo turno é contra Marina Silva (Rede), que teria 41%, ante 29% do ex-ministro / Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
A única simulação em que Ciro ficaria atrás no segundo turno é contra Marina Silva (Rede), que teria 41%, ante 29% do ex-ministro
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Estadão Conteúdo

Pesquisa Datafolha sobre as intenções de voto na corrida presidencial de outubro, divulgada na madrugada deste domingo, 10, revela que, nas simulações para um eventual segundo turno sem a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), considerando a margem de erro da pesquisa de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos, aparece em situação de empate técnico, com 36% dos votos, contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) (34%). Lula está preso em Curitiba desde abril.

Mesma situação de empate aparece contra o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), quadro em que o pedetista tem 32% e o tucano, 31%. Ciro venceria, com 38%, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), que teria 19%.

A única simulação em que Ciro ficaria atrás no segundo turno é contra Marina Silva (Rede), que teria 41%, ante 29% do ex-ministro. Marina aparece na frente também com 42% ante Bolsonaro (32%) e contra Alckmin (27%). Nas simulações de primeiro turno, sem Lula na corrida presidencial, Bolsonaro (PSL) está à frente dos concorrentes, com 19%, seguido de Marina, que oscila entre 14% e 15%. Ciro oscila entre 10% e 11%, Alckmin tem 7% e Alvaro Dias (Podemos), 4%.



Já Bolsonaro, no segundo turno, aparece empatado com Alckmin, ambos com 33%. Contra Haddad (27%) venceria o pleito, com 36%. Alckmin (36%) venceria a eleição somente se o adversário no segundo turno fosse Haddad (20%).

Lula

Nas simulações com Lula, o petista venceria a eleição em qualquer cenário. Segundo a pesquisa, o ex-presidente seria eleito com 49% tanto na disputa contra Bolsonaro, que teria 32%, quanto contra o ex-governador Alckmin, com 27%. Se a oponente fosse Marina, Lula teria 46% ante 31% da ex-ministra. Votos em branco, nulos ou 'nenhum' representam, respectivamente nos cenários acima, 22%, 21% e 17%.

A mais recente pesquisa Datafolha, realizada entre os dias 6 (quarta-feira) e 7 (quinta-feira) deste mês, teve como base 2 824 entrevistas em 174 municípios em todos os Estados do País, mais Distrito Federal. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob número BR-05110/2018.


Palavras-chave


Comentários

Por Rodrigo,11/06/2018

Esses jornalistas com seus artigos fajutos baseados em pesquisas também fajutas de órgãos fajutos como é o DataFoice, ops digo Datafolha. Estão tudo fumando umas erva estragada kkkkkkk

Por Almeida ,10/06/2018

Vai soltar Lula se ganhar. Indulto garantido pra Lula ladrão. Cruz credo ! Vade retro satana ! Essa Lula de saia vai vai fazer o diabo a quatro. Coitado do Brasil se essa trepeça ganhar. Ficaremos com saudades da Dilma.

Por Glória Anaruma,10/06/2018

Esta pesquisa é mentirosa e manipuladora. O STF fez voltar as Urnas Eletrônicas para que os interessados manipulem o resultado da eleição e FRAUDEM como sempre fizeram. O STF também fornecerá $$ a esquerda com a Volta do Imposto Sindical. Bolsonaro está visivelmente na frente de qualquer destes. Se Querem Sangue, Fraudem as Eleições, e haverá a Queda da Bastilha o Retorno. FRAUDE NUNCA MAIS!

Por ERNANDES DOS SANTOS,10/06/2018

esta gritante essas pesquisas, todo mundo fala que ele e dilma lascaram a petrobras ganhou mundo mas ainda querem lula?, teve passeata na Boa vista a favor de lula, tinha 10 pessoas 3 mulheres, 2 crianças 5 homens entre eles 1 bebo.

Por Nando,10/06/2018

Pesquisa mentirosa, essa pesquisa esta parecendo aquela das eleições Americana que em nenhum momento falava de Donald Trump e no final caíram do cavalo, é o tipo de pesquisa comprado pelos comunista dos petralhas.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM