Jornal do Commercio
Declaração

Jucá cita FBC como possível nome para presidência do Senado

Na última terça (03), Romero Jucá (MDB-RR) afirmou que a sigla manteria a 'posição de independência'

Publicado em 05/12/2018, às 11h16

O senador de Roraima é o atual presidente nacional do MDB / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O senador de Roraima é o atual presidente nacional do MDB
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Da Editoria de Política

Atualizada às 16:46

Em suas redes sociais, o senador e presidente nacional do MDB, Romero Jucá (MDB-RR) citou o nome do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) para assumir o cargo da presidência do Senado. "O MDB tem excelentes nomes que pode indicar, como o presidente Renan Calheiros, os senadores Simone Tebet, FBC e Eduardo Braga", afirmou em sua conta pessoal do Twitter nesta quarta-feira (05).

 

 

Ainda segundo Jucá, não será necessário ter uma disputa na bancada. "Não é necessário ter uma disputa, briga na mesa. o governo eleito vai precisar ter uma relação pacífica com a presidência das duas casas", completou. 

"Em relação ao novo governo eleito está conversando com as bancadas temáticas, não tem como avaliar. É uma forma de conversa que não podemos pré julgar. Sabemos que as bancadas temáticas são importantes no Congresso e o que une as bancadas são os temas que elas representam", disse. 



O senador pernambucano foi procurado para comentar sobre a indicação de Jucá e até o momento não atendeu aos telefonemas.

Partido 

O presidente do MDB, Romero Jucá, afirmou que o partido não deve aderir ao governo de Jair Bolsonaro e que manterá a "posição de independência", apesar da indicação do deputado Osmar Terra (MDB-RS) para o Ministério da Cidadania. "Essa conversa está longe disso. O MDB continua na sua posição de independência", declarou Jucá sobre no encontro da bancada de deputados do MDB com o presidente eleito, na última terça-feira (4)

“A partir de 1º de janeiro, o MDB manterá uma independência ativa, apoiando medidas que buscam o crescimento do país, gestão eficiente e responsabilidade fiscal. No curto prazo, não faremos oposição nem seremos base, discutiremos caso a caso”, afirmou Jucá, em conta no Twitter. Segundo o senador, é natural que parlamentares do partido conversem com o governo eleito.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM