Jornal do Commercio
Vice-presidente

Filho de Mourão assume cargo no BB e vice-presidente exalta qualidades

Antonio Hamilton Rossell Mourão mais do que triplicará o salário

Publicado em 08/01/2019, às 15h43

Vice-presidente ainda falou que filho foi perseguido nos governos do PT / Nelson Almeida/AFP
Vice-presidente ainda falou que filho foi perseguido nos governos do PT
Nelson Almeida/AFP
JC Online
Com informações de agências

Filho do vice-presidente Hamilton Mourão, Antonio Hamilton Rossell Mourão será assessor especial do presidente do Banco do Brasil. A promoção foi confirmada pelo banco. Com isso, ele mais do que triplicará o salário, passando a ganhar algo perto de R$ 36,3 mil por mês. Antonio é funcionário do BB há 18 anos.

Esse tempo de serviço no banco foi usado como argumento pelo vice-presidente para defendê-lo de qualquer tipo de favorecimento. Além disso, falou que por não ser filiado ao PT, foi perseguido, chegando a perder promoções. "Quando o vento era outro, ele era prejudicado. Agora, que o vento é a favor, ele foi favorecido por suas qualidades", disse.



BB EXALTA RUSSELL MOURÃO

O presidente do Banco do Brasil será Rubem Novaes, que será assessorado por Antonio Hamilton Rossell Mourao. Segundo o BB, o filho do vice-presidente possui excelente capacidade técnica.

"Antônio é de minha absoluta confiança e foi escolhido para minha assessoria, e nela continuará, em função de sua competência. O que é de se estranhar é que não tenha, no passado, alcançado postos mais destacados no banco", disse Novaes.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM