Jornal do Commercio
CRISE NO GOVERNO

'Cumpri ofício até último instante', diz ex-presidente da Apex

Alex Carreiro publicou em seu perfil no Twitter uma mensagem agradecendo à oportunidade de presidir órgão

Publicado em 11/01/2019, às 16h45

Carreiro (foto) é a primeira baixa da gestão Bolsonaro, que anunciou ontem o nome do embaixador Mario Vilalva para o cargo / Foto: Divulgação
Carreiro (foto) é a primeira baixa da gestão Bolsonaro, que anunciou ontem o nome do embaixador Mario Vilalva para o cargo
Foto: Divulgação
Estadão Conteúdo
Marcelo Osakabe

Demitido ontem pelo presidente Jair Bolsonaro, o ex-presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) Alex Carreiro publicou em seu perfil no Twitter uma mensagem agradecendo à oportunidade e salientando que cumpriu "até o último instante" suas funções no cargo.

"Recebi do excelentíssimo presidente da República, Jair Bolsonaro, a honrosa missão de presidir a Apex-Brasil, ofício que cumpri até o último instante, sem abandonar meu posto", escreveu Carreiro. "Agradeço também aos excelentes funcionários da Apex-Brasil o convívio profícuo e aproveito para cumprimentar a nova diretoria e desejar-lhe sorte."



Ignorou Ernesto Araújo

Em seu texto, Carreiro ignorou o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que havia publicado, um dia antes, na mesma rede social, uma mensagem dando conta de que o próprio Carreiro havia pedido demissão. Carreiro não aceitou a demissão e deu expediente normalmente ontem, até ser comunicado por Bolsonaro de sua exoneração.

Carreiro é a primeira baixa da gestão Bolsonaro, que anunciou ontem o nome do embaixador Mario Vilalva para o cargo. Sua exoneração ocorreu em meio a pressão de dirigentes da agência, descontentes com as demissões assinadas por ele em menos de uma semana no cargo.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM