Jornal do Commercio
Novo cargo

Bolsonaro dá boas vindas ao general Villas Bôas que integrará o GSI

Villas Bôas vai trabalhar com o general Augusto Heleno, ministro do GSI

Publicado em 12/01/2019, às 12h44

O general publicou que no GSI poderá continuar contribuindo para o desenvolvimento do Brasil / Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
O general publicou que no GSI poderá continuar contribuindo para o desenvolvimento do Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Agência Brasil

O general Eduardo Villas Bôas, que, nessa sexta-feira (11), passou o cargo de comandante do Exército para o general Edson Leal Pujol, durante cerimônia no Clube do Exército, em Brasília, foi convidado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar um cargo no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que funciona no Palácio do Planalto.

Convite

Neste sábado (12), o presidente deu boas vindas a Villas Bôas, em resposta a uma postagem do general, que, no seu perfil no Twitter, externou a sua felicidade com o convite feito pelo presidente para integrar a equipe do GSI. “Seja bem-vindo amigo general Villas Bôas! É uma satisfação!”, disse Bolsonaro também em seu perfil no Twitter.



O general publicou que no GSI poderá continuar contribuindo para o desenvolvimento do Brasil. “Gostaria de externar a minha felicidade por receber uma missão do presidente Jair Bolsonaro ao ser convidado para integrar o Gabinete de Segurança Institucional, no qual poderei continuar contribuindo para o desenvolvimento da nossa Pátria”. Villas Bôas vai trabalhar com o general Augusto Heleno, ministro do GSI.

Há pouco, o presidente Jair Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, e foi para o Clube do Exército, em Brasília.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM