Jornal do Commercio
CONFIDÊNCIAS

Bolsonaro e Maia trocam bilhete em formatura da PGR

No papel, o presidente fez uma pergunta sobre o senador Fernando Collor, que pode ser candidato à presidência do Senado

Publicado em 12/01/2019, às 07h44

"Collor é ...dato?", pergunta Bolsonaro a Maia - registro da imagem do bilhete não mostra a mensagem completa
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Estadão Conteúdo

Em solenidade de formatura de 16 procuradores da República - entre os quais, apenas três mulheres -, na noite desta sexta-feira, 11, o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), trocaram bilhete e confidências. Maia conta com o apoio oficial do PSL, partido de Bolsonaro, para ser reconduzido ao comando da Câmara - a eleição será 1.º de fevereiro.

Na mensagem que escreveu, Bolsonaro faz uma pergunta sobre o senador Fernando Collor (PTC-AL), que, segundo assessores do governo, avalia uma candidatura à presidência do Senado. "Collor é ...dato?", pergunta a Maia - registro da imagem do bilhete não mostra a mensagem completa.



O presidente da Câmara pegou o bilhete, leu e fez um semblante de dúvida. Em seguida, Bolsonaro recolhe o papel de volta, dobra e guarda no bolso do paletó. O deputado, então, se aproximou de Bolsonaro para uma conversa "ao pé de ouvido", entrecortada por risos e sinais de positivo com o polegar.

Dodge

Em seu discurso, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse que Bolsonaro "inaugura um mandato de mudanças" e "renova a esperança" de uma vida melhor para os brasileiros.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM