Jornal do Commercio
POLÊMICA

Queiroz diz que dança no hospital foi para levar alegria à enfermaria

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro disse estar revoltado com circulação de vídeo onde aparece dançando

Publicado em 12/01/2019, às 20h15

Em novas imagens, Queiroz se explica sobre vídeo dançando no hospital / Foto: Reprodução de vídeo
Em novas imagens, Queiroz se explica sobre vídeo dançando no hospital
Foto: Reprodução de vídeo
Estadão Conteúdo
Constança Rezende

Em novo vídeo divulgado por sua família, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício de Queiroz, deitado em uma cama, diz que a gravação em que aparece dançando no hospital Albert Einstein aconteceu porque ele quis dar "cinco segundos de alegria a uma tristeza que se tomava dentro da enfermaria".

Ele disse também estar revoltado com a circulação do vídeo e que estava apenas comemorando a virada do ano com a sua família.



"Estão dizendo que nesse vídeo eu estava comemorando o não comparecimento meu ao Ministério Público. Isso é muita maldade", afirmou.

Queiroz afirmou que está se recuperando de uma operação para a retirada de um câncer (feita, segundo ele, no dia 1º de janeiro) e que está no aguardo para passar por um tratamento médico. "Tão logo acabe tudo isso, eu estarei pronto para esclarecer qualquer dúvida ao Ministério Público", afirmou. Ao Estado, Queiroz disse que o tratamento poderia levar de três a seis meses. 

Virada do ano

O vídeo, gravado por uma filha de Queiroz, viralizou neste sábado nas redes sociais. A defesa diz que as imagens foram feitas em 'raro momento de descontração'. As imagens foram feitas na virada do ano, no dia 31 de dezembro, dentro do quarto do hospital, onde o ex-assessor estava internado. Queiroz afirmou que foi submetido no dia seguinte a uma cirurgia para a retirada de um câncer no intestino.


Palavras-chave


Comentários

Por LYRA,13/01/2019

Primeiro, é bo e salutar, que se investigue quem está pagando as contas do HOSPITAL mais caro do país, para esse moço está hospedado e fazendo baile funk pois, que pede "emprestado" ao "PATRÃO" R$40 mil, para pagar em suáveis prestações, não teria a minima condição de arcar com essas despesas, já que sabemos que o dinheiro encontrado em contas NINJAS, não é dele e sim dos BOLSONAROS e, ele é somente o LARANJA.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM