Jornal do Commercio
Recuperação

À TV, Bolsonaro diz esperar ter alta nesta semana

Presidente se recupera da retirada da bolsa de colostomia

Publicado em 11/02/2019, às 16h47

Bolsonaro foi para o quarto nesta segunda-feira / Reprodução/Twitter
Bolsonaro foi para o quarto nesta segunda-feira
Reprodução/Twitter
Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na tarde desta segunda-feira, 11, ao programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, que espera que receba alta ainda nesta semana. Ele está internado desde 27 de janeiro no Hospital Israelita Albert Einstein, onde fez cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal.

"Estou me recuperando. Tive o problema de ter adquirido uma pequena pneumonia há uma semana. Se não fosse isso, eu poderia até estar de alta já. Se Deus quiser, esta semana terei alta", disse o presidente ao jornalista José Luiz Datena.



Na curta entrevista, concedida pelo telefone, Bolsonaro lamentou ainda a morte do jornalista Ricardo Boechat, colega de emissora de Datena. "A voz de Boechat fará falta", comentou.

De acordo com o presidente, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, vai a São Paulo nesta terça-feira, 12, para o velório de Boechat.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM