Jornal do Commercio
APOSENTADORIA

Congresso quer idades diferentes para homens e mulheres na Previdência, diz pesquisa

O levantamento foi realizado entre os dias 4 e 8 deste mês, com 235 deputados federais e 27 senadores, pelo Instituto FSB Pesquisa

Publicado em 11/02/2019, às 15h13

O apoio a novas regras foi maior entre os congressistas novatos / Foto: EBC
O apoio a novas regras foi maior entre os congressistas novatos
Foto: EBC
Da Editoria de Política

A fixação de idade mínima igual, de 65 anos, para a aposentadoria de homens e mulheres, defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, não é bem recebida pelos congressistas. É o que aponta pesquisa divulgada nesta segunda-feira (11) pelo banco BTG Pactual. O governo diz que a proposta não é definitiva e é apenas uma das que estão sendo estudadas.

A pesquisa mostrou que 72% dos congressistas aprovam a criação de uma idade mínima para a aposentadoria, mas a maioria (72%) dos parlamentares apoia idades diferentes para homens e mulheres. Em relação à idade de 65 anos para ambos os sexos, 61% dos entrevistados são contra. Apenas 20% apoiam a proposta, outros 7% não são a favor nem contra e 12% não sabem ou não responderam.

Se a proposta encaminhada pelo governo Bolsonaro mantiver as bases da proposta da gestão Michel Temer, que estabelece uma idade mínima de aposentadoria para homens, aos 65 anos, e outra para mulheres, aos 62 anos, ela terá o apoio de 38% dos entrevistados, segundo a pesquisa.



O levantamento foi realizado entre os dias 4 e 8 deste mês, com 235 deputados federais e 27 senadores, pelo Instituto FSB Pesquisa.

APOIO À REFORMA

Na Câmara, 82% dos entrevistados responderam ser favoráveis a que se reforme a Previdência, enquanto no Senado esse índice chegou a 89%. O apoio a novas regras foi maior entre os congressistas novatos, ou seja, que não ocupavam mandato até 31 de janeiro deste ano. Segundo a pesquisa, 86% deles aprovam a reforma, enquanto entre os reeleitos a aprovação foi de 78%.

Na pesquisa por partidos, o PT foi o que contou menos parlamentares favoráveis à proposta: 37%. Na outra ponta, o PP e o PSDB tiveram 100% de apoio à reforma. O índice é maior que o do PSL (92%), partido do presidente Bolsonaro.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM