Jornal do Commercio
MANOBRA

Centrão quer desenterrar reforma da Previdência de Temer em recado a Bolsonaro

Deputados acreditam que o texto de Temer é menos duro, mais palatável e com projeções de economia mais factíveis e transparentes

Publicado em 26/03/2019, às 08h45

A manobra foi ensaiada após o tensionamento da relação entre o presidente Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia / Foto: J. Batista / Câmara dos Deputados
A manobra foi ensaiada após o tensionamento da relação entre o presidente Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia
Foto: J. Batista / Câmara dos Deputados
JC Online
Com informações da Folha de S. Paulo

Parlamentares do centrão ameaçam desenterrar e votar a reforma da Previdência do governo Michel Temer (MDB) como forma de demonstrar descontentamento com o presidente Jair Bolsonaro (PSL). Desde a semana passada, membros das legendas que apoiam alterações nas regras de aposentadoria, mas que não têm gostado do tratamento que o governo tem dado ao Congresso começaram a considerar ignorar a proposta do ministro da Economia, Paulo Guedes, segundo a Folha de S. Paulo.

Com a relação entre Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) tensionada, os deputados viram na manobra ensaiada uma forma de dar ao governo um recado sobre sua insatisfação política. Apesar da articulação de seus aliados, Maia negou haver a intenção de engavetar a reforma de Bolsonaro e ressuscitar a de Temer.

De acordo com o jornal, deputados e presidentes de partidos disseram que a ideia surgiu em conversas informais. Os parlamentares e líderes partidários, acreditam que o texto proposto pelo então presidente Michel Temer é menos duro, mais palatável e com projeções de economia mais factíveis e transparentes.

O ministro Paulo Guedes pretende economizar R$ 1 trilhão em dez anos, se for a reforma do governo for aprovada. Em 2017, Temer previa poupar R$ 800 bilhões em igual período, e a proposta aprovada na comissão especial sobre a reforma na Câmara fechou o valor em R$ 600 bilhões.



Reunião

Rodrigo Maia deve se reunir nesta terça-feira (26) com líderes dos partidos na Câmara para discutir a reforma, durante um almoço. No encontro, deputados do MDB, DEM, PRB, PSD, PP e PR devem declarar apoio às mudanças na Previdência Social, vetando, porém, novas regras para aposentadoria rural e Benefício de Prestação Continuada (BPC). Para os parlamentares, o texto do governo Bolsonaro é cruel com os mais pobres e os grupos mais vulneráveis.

Já em relação à reforma da Previdência de Temer, deputados apontam que uma das facilidades seria que o texto, já relatado por Arthur Maia (DEM-BA), está pronta para ir ao plenário e ser submetida à votação. A proposta do emedebista inclui alterações mais suaves no BPC e na aposentadoria rural.

Os líderes desse movimento pela volta do texto de Temer dizem que as regras de transição da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de Bolsonaro são muito complicadas. A proposição prevê três modelos que vigorariam juntos.

Na reforma de Temer só há um modelo, que fala do aumento gradual da idade mínima para aposentadorias. A transição é ainda mais suave, foi pensada para acontecer em 20 anos em vez de 10. Além disso, o texto não contém a proposta de capitalização, ponto fortemente criticado na PEC de Bolsonaro.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM