Jornal do Commercio
Notícia
RENATO CASAGRANDE

Governador do PSB defende reforma, mas propõe ajustes no texto

A defesa vem após o PSB se tornar o único partido da oposição a fechar questão contra a matéria

Publicado em 27/04/2019, às 15h59

Casagrande participou neste sábado de encontro de governadores do Sul e do Sudeste / Foto: Humberto Pradera/PSB
Casagrande participou neste sábado de encontro de governadores do Sul e do Sudeste
Foto: Humberto Pradera/PSB
Estadão Conteúdo

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), reiterou neste sábado que é contra os itens da reforma da Previdência relativos ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), à aposentadoria rural e à desconstitucionalização do sistema previdenciário. Também disse ser contra uma proposta que crie um regime de capitalização.

Em relação à desconstitucionalização, Casagrande disse que essa mudança colocaria em risco conquistas do País nas últimas décadas, sem especificar a que se referia.

Apesar das críticas a esses pontos, o governador capixaba ressaltou que é favorável à reforma da Previdência e acredita que a proposta poderá ajudar o País e os Estados a resolverem seus problema fiscais.

Casagrande participou neste sábado de encontro de governadores do Sul e do Sudeste, realizado no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.



Além de Casagrande e do anfitrião João Doria, governador de São Paulo, participaram da reunião os governadores de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), e de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL). Os Estados do Rio de Janeiro e do Paraná foram representados pelos vice-governadores Cláudio Castro (PSC) e Darsi Piana (PSD), respectivamente.

Partido fechou questão contra

O PSB, partido de Casagrande, foi o único partido da oposição que fechou questão contra a matéria. A legenda tomou a decisão nesta semana por considerar que a proposta é "um ataque impiedoso ao sistema de seguridade social" e "uma política regressiva que jamais qualquer governo, inclusive a ditadura, teve coragem de apresentar ao País". A sigla terá três integrantes no colegiado, mas ainda não indicou seus membros.

A executiva nacional do partido decidiu reunir-se novamente assim que o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) for apresentado para avaliar as mudanças que devem ser feitas, mas a direção partidária acredita que dificilmente mudará de posição.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM
'; status++; } } else { status = 0; document.getElementById("aovivo").style.display = "none"; } setTimeout(function() { aovivo(); }, 180000); })();