Jornal do Commercio
Notícia
IMPASSE

Governo Bolsonaro rebate aliados e nega recuo de cortes na educação

Segundo o UOL, líderes partidários disseram que o presidente pediu para cancelar os cortes orçamentários na área. O Ministério da Educação e a Casa Civil negaram a informação

Publicado em 14/05/2019, às 21h32

Na véspera da greve nacional em defesa da educação, prevista para esta quarta-feira (15), o governo federal vive um impasse / Foto: Carolina Antunes/PR
Na véspera da greve nacional em defesa da educação, prevista para esta quarta-feira (15), o governo federal vive um impasse
Foto: Carolina Antunes/PR
JC Online e Estadão Conteúdo
Com informações do UOL

Na véspera da greve nacional em defesa da educação, prevista para esta quarta-feira (15), o governo federal vive um impasse. De acordo com o portal UOL, líderes partidários reunidos com Bolsonaro nesta terça-feira (14) disseram que o presidente pediu para rever o congelamento de parte de recursos de universidades. Minutos depois, porém, o Ministério da Educação (MEC) e a Casa Civil vieram a público para negar a informação.

"O presidente Jair Bolsonaro ligou para o ministro Abraham Weintraub na nossa frente e pediu para rever [os cortes]. O ministro tentou contra-argumentar, mas não tem conversa", disse o líder do PSL na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir (PSL-GO), ao UOL.

Segundo o portal, o MEC e a Casa Civil do governo negaram a informação, que foi confirmada por quatro líderes partidários.

"O Ministério da Educação esclarece que a informação [de que os cortes foram suspensos] não procede", informou a pasta em nota.

"Não procede a informação de que haverá cancelamento do contingenciamento no MEC. O governo está controlando as contas públicas de maneira responsável", disse a Casa Civil por mensagem após publicação de primeira versão da reportagem do UOL.

Protestos contra o contingenciamento

Ocorre, nesta quarta-feira (15), a greve nacional da educação, que foi convocada pelas entidades da educação e centrais sindicais em resposta aos cortes de verbas anunciados pelo Ministério da Educação.



Em Pernambuco, professores das universidades públicas do Estado já anunciaram que vão aderir à mobilização. Na última quinta-feira (9), as Associações de Docentes da Universidade Federal de Pernambuco (Adufepe) e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (Aduferpe) e o Sindicato dos Servidores dos Institutos Federais de Pernambuco (Sindssif-PE) decidiram participar dos atos programados para esta quarta-feira (15).

Câmara convoca ministro da Educação

Em uma articulação rápida, deputados da oposição e do Centrão impuseram mais uma derrota ao governo de Jair Bolsonaro ao conseguirem aprovar a convocação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, ao plenário da Casa já nesta quarta-feira (15) para explicar os cortes nos orçamentos das universidades federais.

De autoria do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), a convocação foi aprovada por 307 votos a favor e 82 votos contra. A aprovação foi comemorada pela maioria dos partidos, com exceção do PSL. O pedido foi incluído na pauta da Casa durante a reunião de líderes no meio da tarde. Assim que o encontro acabou os deputados seguiram para o plenário e colocaram a medida em votação.

Weintraub será sabatinado nesta quarta-feira (15), o horário ainda não está definido. Ele é praticamente obrigado a comparecer, diante de uma medida como esta. Com a convocação, as comissões da Câmara devem suspender suas atividades amanhã, para que os parlamentares possam participar, inclusive o colegiado que analisa a reforma da Previdência.



OFERTAS

Especiais JC

Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.
Mãe Guerreira Mãe Guerreira
Junto com uma criança, nasce sempre uma mãe, que enfrenta inúmeros desafios para educar, acolher e dar o melhor aos filhos. Por isso, todas elas carregam em si a força e a coragem de verdadeiras guerreiras.
JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM