Jornal do Commercio
Notícia
VOTAÇÃO

Turma do STF rejeita segundo pedido de liberdade de Lula

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) julgou dois pedidos de habeas corpus do ex-presidente

Publicado em 25/06/2019, às 19h22

Lula está preso desde 2018  / Foto: Agência Brasil
Lula está preso desde 2018
Foto: Agência Brasil
JC Online e Estadão Conteúdo
Atualizada às 22h19

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria e negou, nesta terça-feira (25), o segundo pedido de Habeas Corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Votaram a favor da liberdade do petista os ministros Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes. Foram contra Cármen Lúcia, Celso de Mello e Edson Fachin. O HC 164493 alega a suspeição do ex-juiz federal Sergio Moro para atuar nas ações penais abertas contra o ex-presidente.

Os advogados do petista acusam Moro de "parcialidade" ao condenar Lula e assumir um cargo depois no primeiro escalão do governo Jair Bolsonaro (PSL).

A possibilidade de a Segunda Turma construir uma "solução intermediária" para retirar Lula da cadeia mesmo sem concluir o julgamento da suspeição de Moro foi antecipada hoje pelo Estadão.

>> Existência de dúvida deve favorecer Lula, diz defesa

>> Presidente da CCJ diz que Moro irá à Câmara

>> Glenn reitera autenticidade de material divulgado pelo The Intercept

 

A defesa de Lula acusa o ex-juiz da Lava Jato de "parcialidade" e de agir com "motivação política" ao condená-lo no caso do triplex e assumir depois um cargo no primeiro escalão do governo de Jair Bolsonaro.



Apesar do processo que traz essas alegações ter sido apresentado ao Supremo no ano passado, a defesa de Lula incluiu na ação conteúdo de supostas mensagens trocadas entre Moro enquanto era magistrado com procuradores da força-tarefa da Lava Jato, divulgadas pelo site The Intercept Brasil.

As conversas, segundo o site, sugerem que o então juiz teria orientado investigações da operação. O ministro da Justiça de Bolsonaro, porém, tem afirmado não ser possível garantir a autenticidade das mensagens, pois não possui o aplicativo usado na época e não tem mais os registros. Ele nega também qualquer atitude contra a lei.

Parlamentares do Partido dos Trabalhadores desembarcaram em peso no STF para acompanhar presencialmente a sessão. Entre os políticos que compareceram ao Supremo estavam os senadores Jaques Wagner (PT-BA), Paulo Rocha (PT-PA) e Humberto Costa (PT-PE), entre outros.

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM