Jornal do Commercio
Notícia
CONGRESSO

Para FBC, Senado deve levar 45 dias para votar reforma da Previdência

O líder do governo no Senado disse acreditar que, no plenário, a reforma poderá ter entre 54 e 60 votos favoráveis, dos 81 possíveis, pela sua aprovação

Publicado em 16/07/2019, às 18h47

''Se a reforma passar na CCJ em mais ou menos três semanas, dá para votá-la em plenário em 15 dias'', disse FBC / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
''Se a reforma passar na CCJ em mais ou menos três semanas, dá para votá-la em plenário em 15 dias'', disse FBC
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Estadão Conteúdo

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), reafirmou nesta terça-feira (16) que a Casa deve levar cerca de 45 dias para analisar e votar a reforma da Previdência, nos dois turnos, a partir do dia em que o texto for enviado pela Câmara o que, segundo ele, deve acontecer entre 7 e 8 de agosto.

A proposta será votada em segundo turno pela Câmara em 6 de agosto, quando os parlamentares retornarão a Brasília após o recesso branco. Nessa segunda-feira (15), porém, a presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), afirmou que a avaliação de Bezerra é muito "otimista" e que os senadores deverão levar cerca de 60 dias para analisar a proposta.

Bezerra disse nesta terça acreditar que, no plenário, a reforma poderá ter entre 54 e 60 votos favoráveis, dos 81 possíveis, pela sua aprovação. "Deveremos ter essa votação para o texto que sairá da Câmara. O governo já mostrou que tem maioria no Senado, onde existe vontade grande de dar esse passo", disse.

Questionado sobre quais são as bases que norteiam a sua previsão, Bezerra disse que o Senado já votou Propostas de Emenda à Constituição em 24 horas. "Se a reforma passar na CCJ em mais ou menos três semanas, dá para votá-la em plenário em 15 dias", afirmou.

O líder do governo disse ter certeza de que seus pares reincluirão Estados e municípios na proposta, mas garantiu que isso será feito por meio de uma PEC paralela.



Ele afirmou ainda que eventuais mudanças na reforma serão incluídas nesta proposta. Ou seja, o texto que sairá da Câmara não deverá ser alterado pelos senadores, o que permitirá que ele seja promulgado e as regras entrem em vigor assim que a Casa encerrar sua análise.

Já as modificações terão de ser analisadas pela Câmara e, segundo Bezerra, esta terceira etapa deverá demorar de 60 a 90 dias, fazendo com a reforma só esteja completa no fim do ano. De acordo com o senador, no entanto, a única modificação que deverá ser feita é a reinclusão dos entes federativos. "É melhor reincluir porque não faz sentido ter 27 regras diferentes para a Previdência no País", disse.

Lei Geral de Telecomunicações

O líder do governo afirmou ainda a jornalistas em Brasília que a Casa deve aprovar "até o fim de agosto" do projeto que altera a Lei Geral das Telecomunicações.

A proposta altera o regime de concessão da telefonia fixa, permitindo que seja feita por autorização à iniciativa privada. O projeto também transfere a infraestrutura de telecomunicações da União para as concessionárias que exploram o serviço desde a privatização do setor, em 1998.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM