Jornal do Commercio
Notícia
Críticas

Bolsonaro chama ideologia de gênero de 'coisa do capeta'

As declarações do presidente foram dadas enquanto participava da 'Marcha para Jesus', neste sábado (10)

Publicado em 10/08/2019, às 13h39

Bolsonaro também afirmou que vai
Bolsonaro também afirmou que vai "respeitar a inocência das crianças nas salas de aula"
Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil
Estadão Conteúdo

De cima do trio elétrico da 'Marcha para Jesus', realizada em Brasília neste sábado (10) o presidente Jair Bolsonaro(PSL) defendeu o que chama de "família tradicional" e classificou como "coisa do capeta" o assunto sobre "ideologia de gênero".

O presidente estava rodeado de lideranças religiosas e políticos, como o ministro Onyx Lorenzoni, o vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira (PRB-SP), e o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e falou a uma multidão que acompanhava a marcha.

Ao afirmar que o disse durante sua campanha eleitoral "já falava anos antes", Bolsonaro emendou o assunto sobre a constituição da família, e sugeriu que, se quiserem mudar a "família tradicional", que proponham uma emenda à Constituição. Ponderou, por outro lado, que continuará "acreditando na família tradicional", uma vez que não é possível "emendar a Bíblia".



"Apresentem uma emenda à Constituição e modifiquem o artigo 226, que lá está escrito que família é homem e mulher. E mesmo mudando isso, como não dá pra emendar a Bíblia, eu vou continuar acreditando na família tradicional", disse.

Mais críticas

Dentro da mesma temática, que foi uma das marcas de sua campanha eleitoral, Bolsonaro também afirmou que vai "respeitar a inocência das crianças nas salas de aula", e que não existe "mais conversinha de ideologia de gênero". "Isso é coisa do capeta. Tenho certeza que o governador não vai admitir isso aqui", afirmou, referindo-se ao governador do DF.

"Vocês têm na primeira vez da história do Brasil um presidente que está honrando o que prometeu durante a campanha. Um presidente que acredita e valoriza a família. Um presidente que vai respeitar a inocência das crianças nas salas de aula", disse.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM