Jornal do Commercio
Notícia
votação

Texto-base da MP da Liberdade Econômica é aprovada na Câmara

Foi mantido a possibilidade de trabalho aos domingos e feriados sem o pagamento de hora-extra

Publicado em 13/08/2019, às 23h13

Os destaques serão votados apenas nesta quarta-feira (14) / Foto: Agência Câmara
Os destaques serão votados apenas nesta quarta-feira (14)
Foto: Agência Câmara
Juliana Sampaio
com informações da Agência Câmara e Folha de S. Paulo

Para conseguir a aprovação da Medida Provisória (MP) 881, que altera leis como o Código Civil, a Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) e a Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro, o governo fez alterações pontuais no texto submetido à votação no plenário da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (13). Em suma, a MP da Liberdade Econômica propõe reduzir burocracias e limitar o poder de regulação do Estado. O texto-base da proposta foi aprovado no fim da noite desta terça. Foram 345 votos a favor, 76 contra e uma abstenção. A previsão é de que a votação dos destaques aconteça na sessão marcada para a tarde desta quarta-feira (14). Após a conclusão desse período, a MP segue para apreciação do Senado.

As muitas alterações na legislação trabalhista vinham provocando resistência entre parlamentares, a ponto de a chamada MP da Liberdade Econômica ser tachada de minirreforma trabalhista. Com risco de derrota, o governo se mobilizou e fez reuniões no Ministério da Economia e com parlamentares para retirar do texto pontos que poderiam travar a votação.

O texto novo praticamente reduziu à metade o número de artigos – o relator Jerônimo Goergen (PP-RS) havia deixado a MP com mais de 50 artigos.

Se a proposta não for votada pelo Senado até o próximo dia 27, a medida perde a validade. Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foram excluídos temas que não tinham relação com a ideia inicial da Medida Provisória para evitar questionamentos judiciais.



A nova redação excluiu a criação do documento eletrônico de transporte, que contém todos os dados tributários, logísticos, comerciais, financeiros e outros regulamentados pelos órgãos de transporte nas esferas federal, estadual e municipal.

Trabalho aos domingos

O relator manteve, entretanto, o fim das restrições ao trabalho nos domingos e feriados, dispensando o pagamento em dobro do tempo trabalhado nesses dias se a folga for determinada para outro dia da semana.

Devido a um acordo de procedimentos, os deputados votarão os destaques apresentados ao texto a partir da tarde desta quarta-feira (14). A oposição concordou em não obstruir os trabalhos em troca da votação nominal de todos os destaques.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM