Jornal do Commercio
Notícia
PRESIDENTE

Bolsonaro: 'bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder' na Argentina

O peronista Alberto Fernández venceu nas eleições primárias do país

Publicado em 14/08/2019, às 21h57

Desde que assumiu a presidência Bolsonaro tem expressado seu apoio ao neoliberal Macri / Foto: Marcos Corrêa/PR
Desde que assumiu a presidência Bolsonaro tem expressado seu apoio ao neoliberal Macri
Foto: Marcos Corrêa/PR
AFP

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (14) que "bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder" na Argentina, abrindo espaço a novas críticas sobre ingerência diplomática após a vitória do peronista Alberto Fernández nas eleições primárias desse país.

"A Argentina está mergulhando no caos, a Argentina começa a trilhar o rumo da Venezuela, porque nas primárias bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder", declarou o presidente durante um evento no Piauí.

Alberto Fernández, numa chapa com a ex-presidente Cristina Fernández de Kirchner, aparecem como grandes favoritos para a eleição de 27 de outubro, após uma dura derrota que aplicaram no presidente argentino Fernando Macri nas primárias abertas realizadas domingo passado.

Apoio ao neoliberal Macri

Desde que assumiu a presidência Bolsonaro tem expressado seu apoio ao neoliberal Macri e a suas políticas de liberalização econômica e sua preocupação por um eventual regresso do kirchnerismo ao poder.

Na segunda-feira, ele brigou com Fernández após de dizer que, se o candidato peronista vencer, a Argentina estará "na estrada para a Venezuela" e haverá uma onda de refugiados semelhante a que o Brasil enfrenta em Roraima na fronteira com o país liderado por Nicolás Maduro.



Adiantou também que a relação com Fernández seria "conflitiva", o que poderia impactar no Mercosul e no acordo comercial desse bloco com a União Europeia.

Fernández respondeu, tachando Bolsonaro de "racista, misógino e violento", mas descartou problemas a longo prazo entre os dois países. "Bolsonaro é uma conjuntura na vida do Brasil como Macri é uma conjuntura na Argentina", declarou.

Analistas consideram que o apoio de Bolsonaro, que tem uma imagem negativa entre o eleitorado argentino, está prejudicando Macri e representa uma atitude de ingerência sem precedentes na política exterior brasileira, tradicionalmente neutra em relação a eleições em outros países.

O jornalista e historiador Elio Gaspari classificou numa coluna publicada nesta quarta-feira nos jornais O Globo e Folha de S. Paulo de "assombrosa" a atitude de Bolsonaro e recordou que o capitão da reserva "não tem mandato para meter o Brasil numa disputa eleitoral argentina".




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM