Jornal do Commercio
Notícia
BENEFÍCIOS

Bolsonaro assina MP que garante pensão vitalícia para crianças com microcefalia por zika

Pensão é válida para crianças que nasceram entre 2015 e 2018; veja outros requisitos

Publicado em 04/09/2019, às 17h59

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro e o ministro da Cidadania, Osmar Terra, também estavam presentes na cerimônia / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
A primeira-dama, Michelle Bolsonaro e o ministro da Cidadania, Osmar Terra, também estavam presentes na cerimônia
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
JC Online e Estadão Conteúdo
Com informações do G1

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou nesta quarta-feira (04), no Palácio do Planalto, a medida provisória (MP) que prevê pagamento de pensão vitalícia no valor de um salário mínimo, atualmente, R$ 998,00 para crianças com microcefalia causada pelo zika vírus. A cerimônia contou com a presenta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o ministro da Cidadania, Osmar Terra e outras autoridades.

Segundo o governo, há 3.112 crianças com microcefalia, nascidas nesse período, que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

>> Zika vírus: cepa coletada em Pernambuco causa inflamação mais agressiva, persistente e crônica

>> Zika: água contaminada pode ser causa de casos de microcefalia no NE

Por se tratar de uma medida provisória, o ato do presidente da República só terá força de lei quando for publicada no ''Diário Oficial''. Depois, o Congresso terá 120 dias para aprovar a MP conforme o governo a enviou ou com alterações.

Bolsonaro lamentou ainda que muitas medidas editadas por ele não dependem apenas da sua ''caneta Compactor'', mas também de outras pessoas que frequentam a Praça dos Três Poderes, em referência aos congressistas e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). ''Peço a Deus que iluminem pessoas malignas que vivem entre nós'', pediu.

''Não alterem essa MP, não façam demagogia'', pediu Bolsonaro aos parlamentares. O presidente disse, ainda, que caso a redação da MP seja modificada, ele irá vetar.



Requisitos para receber a pensão vitalícia

Serão beneficiadas as famílias que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC);

• As crianças têm que ter nascido entre 2015 e 2018;

• As crianças precisam ter microcefalia causadas pelo zika virus;

• O benefício será concedido após a realização de perícia médica confirmando a relação entre a microcefalia e o vírus;

• A pensão especial deverá ser solicitada ao INSS;

• Não é possível acumular a pensão vitalícia e o BPC. As famílias deverão optar por um dos dois.

Atualmente, a legislação prevê o pagamento do Benefício de Prestação continuada, por, no máximo, três anos, às famílias com crianças vítimas do zika. A renda famíliar também é levada em conta.

Diferença entre o BPC e a pensão vitalícia

Segundo Osmar Terra, a diferença é que no BPC as mães tinham seus benefícios cortados quando conseguiam um emprego. O BPC está ligado a um quarto do salário mínimo per capita de renda mensal.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM