Jornal do Commercio
Notícia
VISITA

Mourão visita Bolsonaro no hospital e não fala com a imprensa

Mourão exerce a Presidência em exercício até quinta-feira (12)

Publicado em 09/09/2019, às 14h34

Porta-voz da Presidência disse que Bolsonaro encontra-se estável e tem boa evolução clínica. / Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Porta-voz da Presidência disse que Bolsonaro encontra-se estável e tem boa evolução clínica.
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
agências de notícias

A comitiva do vice-presidente, general Hamilton Mourão, chegou às 13h26 desta segunda-feira, 9, ao Hospital Vila Nova Star para visitar o presidente Jair Bolsonaro, que se recupera de uma cirurgia para correção de hérnia incisional. Mourão exerce a Presidência em exercício até quinta-feira, 12, de acordo com o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros. Mourão entrou no hospital sem falar com a imprensa e esteve com o presidente durante 15 minutos. 

A cirurgia a que o presidente Jair Bolsonaro foi submetido no domingo (8) foi a quarta após ele ter sido esfaqueado há um ano, durante a campanha eleitoral, em Juiz de Fora (MG). Em coletiva de imprensa nesta manhã, o porta-voz da Presidência, Rêgo Barros, disse que Bolsonaro encontra-se estável e tem boa evolução clínica. Ainda de acordo com o porta-voz, foi disponibilizada uma ala do hospital para a equipe da Presidência e para a família do presidente.

Bolsonaro, que se licenciou por cinco dias, deve reassumir o cargo ainda no hospital, mas somente após um período inicial de recuperação. Segundo a equipe médica, Bolsonaro deve permanecer internado por até 10 dias.



Evento com empresários chineses

Mourão participou, nesta segunda-feira (9), de um evento com empresários chineses, em São Paulo e disse que a escalada das barreiras tarifárias e o risco de recessão com o conflito comercial entre China e Estados Unidos afetam o Brasil.

“O mundo acompanha com apreensão a escalada das barreiras tarifárias e o aumento do risco de recessão mundial. Sabemos que ganhos de curto prazo para o Brasil, como o aumento da demanda por soja, podem ficar comprometidos pela redução global da atividade econômica ou pelo desequilíbrio dos mercados no mais longo prazo. A instabilidade política não contribui para o progresso econômico", afirmou. 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM