Jornal do Commercio
Notícia
STJ

Marielle: Dodge pedirá federalização do caso até o dia 17

Na próxima terça-feira (17), a procuradora-geral da República será sucedida por Augusto Aras

Publicado em 11/09/2019, às 18h16

A vereadora e o motorista Anderson Gomes foram mortos no dia 14 de março de 2018  / Foto: Reprodução
A vereadora e o motorista Anderson Gomes foram mortos no dia 14 de março de 2018
Foto: Reprodução
JC Online
Com informações do jornal O Globo

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, irá pedir até a próxima terça-feira (17) a federalização dos assassinatos da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes. Dodge irá entrar com um Incidente de Descolamento de Competência (IDC) até o dia 17, data em que será sucedida por Augusto Aras.

Na última segunda-feira (9), Dodge recebeu a última providência que faltava para a formalização do pedido no Superior Tribunal de Justiça (STJ), que era a íntegra do inquérito policial instaurado para apurar possíveis irregularidades na investigação do caso.

Raquel irá argumentar que o caso cabe ao STJ porque há indícios de envolvimento do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), Domingos Inácio Brazão, que está afastado.



Relembre o caso

A vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes foram assassinados no dia 14 de março de 2018. Eles estavam dentro de um carro quando foram atingidos por tiros no bairro do Estácio, região central do Rio de Janeiro. Marielle voltava para casa quando foi surpreendida.

No dia 4 de setembro de 2018, a Comissão Externa da Câmara dos Deputados suspendeu a votação do pedido de federalização das investigações. Quase um ano após o duplo homicídio, dois suspeitos do crime foram presos e no dia 15 de março de 2019, a Justiça aceitou denúncia e o sargento reformado da Polícia Militar Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Queiroz se tornaram réus, acusados pelos assassinatos.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM