Jornal do Commercio
Notícia
TRÂNSITO EM JULGADO

'Decisão do STF deve ser respeitada', diz Moro sobre prisão em 2ª instância

O ministro é a favor da prisão em segunda instância

Publicado em 08/11/2019, às 15h14

''Juízes interpretam a lei e congressistas fazem a lei, cada um em sua competência'', comentou Moro / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
''Juízes interpretam a lei e congressistas fazem a lei, cada um em sua competência'', comentou Moro
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
JC Online
Com informações da Carta Capital

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse nesta sexta-feira (8) que "a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) para aguardar o trânsito em julgado deve ser respeitada". Os ministros da Corte votaram, nessa quinta-feira (7), pela inconstitucionalidade da prisão em segunda instância.

No entanto, Moro defendeu sua opinião sobre o assunto. "Sempre defendi a execução da condenação criminal em segunda instância e continuarei defendendo", declarou o ministro em nota divulgada. O ex-juiz federal ainda comentou que "o Congresso pode, de todo modo, alterar a Constituição ou a lei para permitir novamente a execução em segunda instância, como, aliás, foi reconhecido no voto do próprio ministro Dias Toffoli". "Juízes interpretam a lei e congressistas fazem a lei, cada um em sua competência", concluiu.



Decisão pode soltar Lula

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) dessa quinta-feira (7) pode soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso desde abril de 2018 na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná. O então juiz da Operação Lava Jato, Sergio Moro, condenou Lula em primeira instância, em julho de 2017. O petista também foi condenado em segunda instância, dessa vez, pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em janeiro de 2018.

Com a decisão do TRF-4, o ex-juiz federal Sergio Moro determinou a prisão de Lula.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM