Jornal do Commercio
Notícia
EX-PRESIDENTE

Lula diz que vai deixar prisão 'mais à esquerda' do que entrou

Petista planeja ainda uma partida de futebol com membros do MST no próximo dia 21 em Guararema, em São Paulo

Publicado em 08/11/2019, às 09h12

'Avise lá aos sem-terra que eu vou sair mais à esquerda que entrei', disse Lula ao líder do MST / Foto: Agência Brasil
'Avise lá aos sem-terra que eu vou sair mais à esquerda que entrei', disse Lula ao líder do MST
Foto: Agência Brasil
JC Online
Com informações do portal Uol

O ex-presidente Lula (PT) afirmou nessa quinta-feira (7) que sairá da prisão "mais à esquerda" do que quando foi preso, em 7 de abril de 2018, há um ano e sete meses. Com isso, aliados do petista esperam que ele assuma o papel de principal opositor do presidente Jair Bolsonaro (PSL). De acordo com o portal Uol, Lula fará "um grande pronunciamento à nação" assim que for libertado e planeja uma partida de futebol com membros do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) no próximo dia 21 em Guararema, interior paulista.

Lula ainda planeja viajar o país após deixar a sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba para fazer articulações políticas, com vistas à eleição presidencial de 2022. O petista busca reaglutinar a esquerda, aproximar o campo progressista do centro e construir uma proposta alternativa de governo.

Os planos do ex-presidente foram revelados pelo coordenador nacional do MST, João Paulo Rodrigues, que fez uma visita a Lula por cerca de uma hora ao lado da presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann e do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto.



"Ele [Lula] disse: 'avise lá aos sem-terra que eu vou sair mais à esquerda que entrei. Vou sair fazendo luta'", contou o coordenador do MST. "Ele [Lula] disse que, ao sair, quer preparar um grande pronunciamento à nação e discutir os desafios que o Brasil enfrenta. Falou muito da grande luta contra o neoliberalismo", completou.

Lula na oposição

Gleisi Hoffmann disse que a liberdade de Lula dará à oposição "um salto de qualidade". "Lula é a principal liderança popular do país. Queremos ele andando pelo Brasil." Essas andanças, segundo Gleisi, não estão completamente definidas, mas ocorrerão. Servirão, inclusive, para reforçar os pedidos da defesa do ex-presidente para que o pedido de suspeição do ex-juiz Sergio Moro seja julgada no STF visando à declaração da inocência plena de Lula. "Lula vai continuar lutando pela sua inocência plena, que sempre foi sua prioridade", falou Gleisi.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM