Jornal do Commercio
Notícia
SECRETARIA DE CULTURA

Olavo de Carvalho deve ter influência na escolha do substituto de Roberto Alvim, diz colunista

Integrantes da ala militar do governo defendem que um artista apoiador do presidente seja nomeado para a vaga de Alvim

Publicado em 18/01/2020, às 11h00

Assessores do ex-secretario aguardam a definição do novo secretário e avaliam que Olavo deve ter influência / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Assessores do ex-secretario aguardam a definição do novo secretário e avaliam que Olavo deve ter influência
Foto: Reprodução/Redes Sociais
JC Online

O substituto de Roberto Alvim, exonerado da Secretaria Especial da Cultura nesta sexta-feira (17), após parafrasear ministro nazista, deve ter a aprovação do escritor Olavo de Carvalho. Segundo a jornalista Andréia Sadi, da GloboNews, assessores do ex-secretario aguardam a definição do novo secretário e avaliam que o guru bolsonarista deve ter influência.

>> Após fala semelhante a de ministro de Hitler, Bolsonaro demite secretário de Cultura

Integrantes da ala militar do governo defendem, junto ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que seja nomeado um artista apoiador do mandatário para a vaga de Alvim. Segundo ele, a área é muito ideológica e o governo não pode errar outra vez. Nesta sexta, também, a atriz Regina Duarte, conhecida por suas posições mais à direita, confirmou que foi convidada pelo governo federal para assumir o lugar de Alvim. Ela prometeu responder sobre a proposta até este sábado (18).

A atriz já havia sido chamada anteriormente para o posto por Bolsonaro, mas recusou. Ela teria dito a interlocutores que ficou animada com o convite, mas está em dúvida sobre assumir a posição. Regina revelou ainda que não está preparada para assumir a posição no governo. "Se tem um ministério complicado é esse. Uma secretaria difícil é essa, né?", interrogou.



A demissão de Alvim e sua consequente substituição reacendeu o debate manutenção da Cultura no Ministério do Turismo. A secretaria foi transferida do Ministério da Cidadania para pasta comandada por Marcelo Alvaro Antonio (PSL-MG), em novembro de 2019, porque o ministro Osmar Terra (MDB-RS), titular da Cidadania, discordava das políticas de Alvim, que foi indicado pelo presidente.

'Averiguar'

Ainda nesta sexta-feira (17), o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), afirmou à jornalista Andréia Sadi que o governo procurando quem substituirá o ex-secretário. Já o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rego Barros, disse que vai “averiguar” quem será escolhido para chefiar a pasta.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM