Jornal do Commercio
Executivo

Governo reforçará a Controladoria-Geral

Projeto aprovado pela Assembleia libera R$ 574 mil para a Controladoria do Estado. Com isso, o governo pretende ampliar a comunicação com a população

Publicado em 06/05/2013, às 07h07

Ayrton Maciel

O governador Eduardo Campos decidiu (PSB) fortalecer o controle social do governo na relação direta com a sociedade, revigorando os canais de comunicação governamental com a população. A Assembleia Legislativa de Pernambuco aprovou, semana passada, em regime de urgência, projeto de lei de autoria do Executivo que abre crédito especial, no orçamento fiscal do Estado, para o fortalecimento do controle social na esfera governamental.

O projeto oficial aprovado pelos deputados estaduais autoriza a liberação de R$ 574 mil em favor da Controladoria-Geral do Estado que, desde janeiro, responde pela Ouvidoria-Geral, antes submetida à Secretaria de Articulação Social e Regional.

De acordo com o texto da lei que autoriza o repasse do crédito especial, dentro do Plano Plurianual 2012/2015, a Controladoria-Geral deverá “fortalecer os canais de comunicação entre a sociedade e o governo”, arregimentando – por conseguinte – o controle social na esfera governamental. Os recursos deverão cobrir as despesas com a passagem da Ouvidoria para o comando da Controladoria-Geral.



Na justificativa do projeto, o governo diz que os recursos “vão gerir atividades” da Ouvidoria, “promovendo a integração” da atuação das ouvidorias setoriais. Segundo a assessoria de imprensa da Controladoria-Geral, os recursos “vão custear” a atualização do sistema de ouvidorias, a manutenção e o pagamento do teleatendimento.

O governo quer, segundo a lei aprovada, “aperfeiçoar o canal de diálogo” com os servidores e os usuários dos serviços públicos, definindo, para isso, novas diretrizes para a ação da Ouvidoria-Geral, A integração entre ouvidorias pretende tornar mais efetiva e eficaz o conhecimento dos registros de casos de críticas, reclamações, sugestões, elogios e denúncias, nas ouvidorias, no que diz respeito à atuação dos órgãos estatais.

Para viabilizar as novas diretrizes, o governo está anulando R$ 521 mil da Secretaria de Articulação Social, que seriam para a Ouvidoria, e transferindo para Controladoria-Geral.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM
'; status++; } } else { status = 0; document.getElementById("aovivo").style.display = "none"; } setTimeout(function() { aovivo(); }, 180000); })();