Jornal do Commercio
festa

TCE suspende festa em Itacuruba

Município está com salários de servidores atrasados, além de ter decretado estado de emergência por conta da seca

Publicado em 15/08/2017, às 15h02

A medida cautelar, assinada pelo conselheiro Ranilson Ramos, teve como origem a uma auditoria realizada por técnicos do TCE / Foto: Divulgação
A medida cautelar, assinada pelo conselheiro Ranilson Ramos, teve como origem a uma auditoria realizada por técnicos do TCE
Foto: Divulgação
Da editoria de Política

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu, em caráter liminar, os atos decorrentes do Pregão Presencial nº 031/2016 da Prefeitura de Itacuruba, que tinha como objeto a contratação de uma empresa para a montagem de estrutura de palco e som para a festa do Sagrado Coração. A festa está prevista para o período de 20 a 27 deste mês.

A medida cautelar, assinada pelo conselheiro Ranilson Ramos, teve como origem a uma auditoria realizada por técnicos do TCE em Petrolina. Foi constatado, na cidade de Itacuruba, recolhimento e repasses previdenciários em atraso, inadimplência de folhas de pagamento dos servidores públicos municipais, contratação de despesas não essenciais, comprometendo o equilíbrio das contas públicas, e a divulgação de material publicitário contendo o nome de autoridades.

Além disso, a cidade está em "situação de emergência" por conta da seca, segundo do Decreto Estadual nº 44.278/2017.



O prefeito Bernardo de Moura Ferraz já foi notificado pelo TCE. A entrega das propostas se encerra nesta terça-feira.

Entre os artistas contratados para a festa, estão Gabriel Diniz, Dorgival Dantas e Luan Estilizado. Caso o contrato previsto no pregão seja realizado, a prefeitura agravará ainda mais a situação dos servidores. Segundo o relatório da auditoria, eles estão há vários meses com salários atrasados e há desequil[ibrio previdenciário por conta o não-recolhimento de contribuições patronais e dos funcionários.

"Ressalvo que a Medida ora exarada não fere os princípios da ampla defesa e do contraditório, os quais serão devidamente oportunizados ao gestor", diz a Cautelar do conselheiro. A Medida Cautelar será enviada à Primeira Câmara do TCE para ser referendada.

HISTÓRICO

Nos últimos 15 dias, o TCE emitiu outra medida cautelar determinando a suspensão de eventos festivos. Em São Lourenço da Mata, a festa do padroeiro foi suspensa por medida do conselheiro Dirceu Rodolfo. Segundo ele, não havia orçamento compatível com a saúde fiscal do município.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM