Jornal do Commercio
ELEIÇÕES 2018

Maior bancada da Alepe passa a ser a do PP

O Partido Progressista tem 14 parlamentares na Casa de Joaquim Nabuco. Antes da janela partidária, eram seis

Publicado em 15/04/2018, às 07h01

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) fala sobre o crescimento do PP depois do fim da janela partidária / Foto: Divulgação da Câmara dos Deputados
O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) fala sobre o crescimento do PP depois do fim da janela partidária
Foto: Divulgação da Câmara dos Deputados
Angela Fernanda Belfort

Com o fim da janela da janela partidária, a bancada do Partido Progressista (PP) passou a ter 14 deputados na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), sendo a maior entre todos as legendas que têm representatividade na casa de Joaquim Nabuco. Antes disso, o maior grupo era o do PSB, do governador Paulo Câmara, com 13 parlamentares.
A janela partidária é o período de 30 dias no qual os parlamentares podem mudar de partido sem perder o mandato. Ela deveria ter sido encerrada no último dia 7 de abril. No entanto, os partidos tinham até a última sexta-feira (13) para enviar a lista com os novos nomes de filiados para a Justiça Eleitoral.O prazo a mais fez com que alguns partidos evitassem informar, em definitivo, as alterações que ocorreram entre os seus filiados até a última sexta-feira, criando a janela da janela.

“O partido se consolidou e cresceu no Estado, mostrando credibilidade. Temos 85 pré-candidatos a deputado estadual em todas as regiões de Pernambuco. Vamos lançar 74 candidaturas”, diz o deputado federal e presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte. Os deputados estaduais novos que ingressaram na legenda foram: Eriberto Medeiros (ex PTC), Beto Accioly (ex PSL), Joel da Harpa (ex Podemos), Antonio Moraes (ex PSDB), João Eudes (ex PDT), Ricardo Costa (ex MDB), Roberta Arraes e Vinícius Labanca. Os dois últimos eram do PSB.

BANCADA

Antes do fim da janela partidária, o PP tinha uma bancada formada por seis parlamentares na Alepe e o PSB contava com 13 parlamentares. Eduardo da Fonte diz considerar “natural” uma ampliação dos quadros do PP na atual administração estadual.
“Isso depende do governador, mas com a mudança do eixo do poder, há também uma mudança nos espaços”, avalia.



No governo Paulo Câmara, quadros ligados ao PP estão à frente da Secretaria de Desenvolvimento Social, Fernando de Noronha, Lafepe, Porto do Recife e Ipem. A aliança PP/PSB começou a se fortalecer no ano passado, já visando as articulações para a campanha de 2018. Quanto mais partidos apoiarem Paulo Câmara, maior é o tempo de TV da coligação que vai disputar a reeleição do governador.

Ainda no pleito deste ano, Eduardo da Fonte se coloca como um dos futuros candidatos interessados na vaga do senado na chapa do atual governador. “O grande condutor disso é o governador. E essa é uma discussão que acontecerá mais adiante”, conclui.
Com as alterações, o PSB agora tem 11 parlamentares na Alepe. No meio político, também ocorriam especulações de que Marcantônio Dourado deixaria o grupo socialista, mas a reportagem do JC não conseguiu confirmar a informação até o fechamento desta edição.

O PSDB – que tinha dois deputados (Antonio Moraes e Terezinha Nunes – deixou de ter representantes na casa. O primeiro migrou para o PP. A segunda deixou de atuar como parlamentar por ser suplente da Frente Popular que tem deputados, como Nilton Mota e Alberto Feitosa, que deixaram os cargos de secretário de Estado e voltaram a atuar na Alepe, tentando a reeleição.
Na eleição de 2014, o PSDB fazia parte da frente popular, a coligação que elegeu o governador Paulo Câmara. Hoje, o PSDB está na oposição.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM