Jornal do Commercio
Pré-candidatura

Prefeita de Brejão é denunciada por fazer propaganda para João Campos

Ministério Público Eleitoral denunciou Beta Cadengue por propaganda eleitoral antecipada em benefício do pré-candidato a deputado federal João Campos

Publicado em 13/06/2018, às 14h51

Durante festa no município de Brejão, o nome de João Campos teria sido divulgado em um letreiro luminoso com efeito de outdoor / Foto: Guga Matos / JC Imagem
Durante festa no município de Brejão, o nome de João Campos teria sido divulgado em um letreiro luminoso com efeito de outdoor
Foto: Guga Matos / JC Imagem
Editoria de Política
Com informações de Douglas Fernandes, do Blog de Jamildo

Atualizada às 15h29

O Ministério Público Eleitoral em Pernambuco ajuizou uma ação nesta quarta-feira (13) contra a prefeita de Brejão, Elizabeth Barros de Santa, conhecida como Beta Catengue (PSB), pelo crime de propaganda eleitoral antecipada. A acusação consiste no uso de outdoors para a divulgação da imagem do pré-candidato a deputado federal João Campos (PSB).

Durante a festa de comemoração a emancipação política de Brejão no último dia 1º de março, o nome de João Campos foi divulgado em um letreiro luminoso com efeito outdoor durante o show. O pré-candidato, porém, não esteve presente no evento.

O MPE ressalta que o uso de outdoors durante o período de campanha é proibido segundo a legislação eleitoral. Isso ocorre pois essa divulgação pode implicar em abuso de poder econômico por parte dos candidatos, desequilibrando assim a disputa eleitoral. "Prática de conduta irregular promove disputa desigual entre candidatas e candidatos e fere o princípio constitucional da isonomia. Seria ingênuo negar o enorme prejuízo causado àqueles candidatos e candidatas que não disponham dos mesmos recursos econômicos para promover-se". 

Outro ponto é que a acusada praticou propaganda eleitoral antecipada, uma vez que ela só é permitida após o dia 16 de agosto, depois do início para o registro de candidaturas.



O MPE pede ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) aplica multa entre R$ 5 mil e R$ 25 mil aos acusados devido a prática de propaganda eleitoral antecipada.

A prefeita Beta Cadengue negou ter cometido propaganda eleitoral antecipada. "Eu acho que não teve (campanha antecipada). Como a gente vai fazer uma campanha antecipada sabendo que eu posso me prejudicar e prejudicar um candidato? Lógico que eu não faria isso", afirmou Beta. 

Fernando Filho e Guilherme Uchôa

O MPE-PE também ajuizou ações nesta quarta contra o deputado federal Fernando Bezerra Coelho Filho (DEM), o deputado estadual Guilherme Uchoa, que é presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), e seu filho, o empresário Guilherme Uchôa Júnior, conhecido como Júnior Uchôa. Eles são acusados pelo mesmo crime que a prefeita de Brejão, propaganda eleitoral antecipada, por meio de outdoors ou peças publicitárias com efeito outdoor.


Palavras-chave


Comentários

Por Lopes,13/06/2018

Vejo um político e associo imediatamente isso a figura de um ladrão , corrupto e vigarista. Que classe política essa brasileira ! Se fizerem a árvore genealógica deles vão todos bater naqueles criminosos degregados enviados por Portugal e outras nações para o Brasil.

Por LYRA,13/06/2018

Pode mandar prender que com certeza é mais uma dos membros da quadrilha do falecido Eduardo Campos 10%. Tenho certeza absoluta, que com o dinheiro que o BANDIDO acima citado deixou de herança para a sua RAÇA, vai ser muitos votos comprados para eleger o sub chefe da quadrilha Paulo Câmara CAMPOS e o protótipo de BANDIDO João Campos.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM