Jornal do Commercio
TENSÃO

Frente das Oposições expõe primeiros ruídos

'Não sabia que se definia chapa pelos jornais', disparou Armando Monteiro, por meio de nota

Publicado em 12/07/2018, às 09h58

Segundo Armando, as decisões na Frente das Oposições não são tomadas por “fulano ou sicrano” / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Segundo Armando, as decisões na Frente das Oposições não são tomadas por “fulano ou sicrano”
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Da editoria de Política

Com discursos de unidade até então alinhados, membros do grupo Pernambuco Vai Mudar expõem os primeiros ruídos internos da frente. Após membros da cúpula estadual do PSDB afirmarem que é da sigla a preferência para indicação do nome que ocupará a segunda vaga ao Senado na chapa do coletivo e das especulações de que o PSC escolheria o vice, o senador Armando Monteiro (PTB), que encabeça a majoritária, chamou para si a responsabilidade de comandar a articulação.

“Não sabia que se definia chapa pelos jornais. Como candidato a governador, com a delegação que recebi do conjunto desde a consolidação da formação da frente Pernambuco Vai Mudar, sou eu que coordeno o processo”, disparou, através de nota.
Em entrevista ao JC, Armando reiterou o que disse no texto, acrescentando que as decisões na Frente das Oposições não são tomadas por “fulano ou sicrano”. “Estamos construindo esse projeto consensualmente, em conjunto. A delegação foi dada a mim, não para impor, mas para coordenar esse processo”, enfatizou o petebista.

Apenas dois dias depois de o secretário-geral do PSDB, o deputado federal Betinho Gomes, afirmar que o partido é o maior da oposição e que, portanto, decidirá quem será o escolhido para ocupar o posto remanescente ao Senado na chapa de Armando, o presidente da sigla, Bruno Araújo, disse que “toda e qualquer decisão sobre essa composição será tomada, como tem sido, no ambiente interno da aliança e no momento adequado”.



Sobre o tema, o presidente do PSC em Pernambuco, deputado estadual André Ferreira, que pretendia concorrer ao Senado, admitiu nesta semana que pode abrir mão do desejo. O parlamentar, contudo, demonstra interesse em indicar seu cunhado, o vereador Fred Ferreira, para a vice.

"NÃO HÁ CONFLITO", DEFENDE DANIEL

Na visão do deputado federal Daniel Coelho (PPS), os fatos não devem ser vistos como desentendimentos internos. “Não há nenhum conflito que crie qualquer tipo de briga por espaço. O PSDB e o PSC são extremamente relevantes na aliança e, se estiverem ambos na majoritária, vão somar e contar com o apoio do restante do grupo”, avaliou.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM