Jornal do Commercio
Aliança nacional

Paulo Câmara diz que fará 'todos os esforços' por aliança com o PT

O governador se reuniu nesta quinta (12) com a presidente nacional do PT, Gleisi Goffman para negociar aliança nacional

Publicado em 12/07/2018, às 11h17

"Isso é o que nós estamos defendendo internamente dentro do partido, vamos continuar a defender e vamos fazer todos os esforços para que essa aliança se concretize", cravou o socialista
Foto: Guga Matos / JC Imagem
Editoria de Política
Com informações do repórter Paulo Veras

Após reunião nesta quinta-feira (12) com a presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffman, o governador de Pernambuco e vice-presidente nacional do PSB, Paulo Câmara, demonstrou que não poupará esforços em prol de uma aliança da sua sigla com o Partido dos Trabalhadores. 

O governador lembrou que o diretório estadual do PSB já se manifestou diversas vezes como sendo a favor da aliança e da candidatura do ex-presidente Lula "Isso é o que nós estamos defendendo internamente dentro do partido, vamos continuar a defender e vamos fazer todos os esforços para que essa aliança se concretize", cravou o socialista.

Paulo pediu ao presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, para que adiasse as reuniões da Executiva Nacional e do Diretório Nacional do partido para ter mais tempo para seguir com as tratativas com o PT. "Evidentemente, o PSB é um partido democrático e tem candidaturas majoritárias em vários estados e a gente tem que respeitar tudo isso. Mas, no âmbito da nossa direção estadual e também nas nossas discussões nacionais, nós vamos levar ao Congresso esse posicionamento de Pernambuco em favor da aliança formal com o PT". 



PT-PE

Gleisi Hoffman veio ao Recife para tentar negociar um apoio nacional do PSB à candidatura do ex-presidente Lula, o que poderia se consolidar em troca do apoio do PT local ao projeto de reeleição de Paulo Câmara, e uma consequente retirada do nome da vereadora do Recife Marília Arraes (PT) ao governo estadual.

Nessa quarta-feira (11), após reunião com dirigentes do diretório estadual, Gleisi tratou de apaziguar os ânimos dentro do PT e ressaltou que a candidatura de Marília não está descartada, porém reafirmou a possibilidade do partido voltar à Frente Popular em caso de aliança nacional entre PT e PSB.  


Palavras-chave


Comentários

Por Luiz Félix de Freitas Silva,12/07/2018

Essa psicopata e agitadora Crazy Hoffmann, por onde passa só trás azar. Se o governador se aliar a essa doida estará cavando a própria sepultura. Será a derrocada total. O finado Eduardo Campos está se contorcendo de arrependimento no espaço celestial. Qualquer partido que se unir ao PTralha estará fadado ao fracasso, pois é uma organização criminosa da mais alta periculosidade. Nosso país está na cova por conta dessa famigerada PTralhada. E na sequência, devido à outra, MDBista, do cínico Temer. A votação nula em Pernambuco será a maior de toda sua história. Há ainda tempo para desistir dessa loucura. Conluio com o PT é só para feder.

Por Marivaldo Rodrigues Crocia,12/07/2018

Deixa ela fazer aliança com o maior partido de ladroes e também ladrão desse país, para ele ver quantas vezes ele vai ser eleito. isso demonstra só interesses pessoais e como se diz, popularmente, "os primeiros quatros para trabalhar e os segundos quatro anos para roubar e ficar mais rico. Vamos fazer nossa campanha nas redes sociais e mostrar que não é como ele pensa. Para começar nosso grupo já vai dizendo: Não notem em PAULO CÂMARA, ARMANDO MONTEIRO, MENDEONÇA FILHO, TODOS CORRUPTOS.

Por GETÚLIO VIEGAS,12/07/2018

Geraldo Julio esculhambou com o PT na campanha pra prefeito, aproveitando que o PT estava em baixa, pra se eleger prefeito. Lá atrás, na primeira eleição pra governador, Paulo Câmara Lenta apoiou Aécio Neves, metendo o pau no PT, juntamente com a família Campos, até mentir dizendo que o PT matou Eduardo, eles fizeram. Como é que AGORA querem se aliar ao PT? O eleitor não vai entender isso. Querem tirar proveito porque o povo descobriu o GOLPE que o PSB junto com o PSDB e o PMDB deram nos trabalhadores e nos mais pobres, com as reformas trabalhista e com as vendas de estatais, volta do trabalho escravo, venda da amazônia, enfim o PSB apoiou a DERRUBADA DE DILMA e todos esses desmandos e agora quer dar uma de partido ligado ao povo. Fora PSB. Queremos um candidato ou candidata ligado ao povo pra mudar Pernambuco. Fora Paulo Câmara. PT não caia nessa, se aceitar essa aliança, o partido acabará de vez em Pernambuco, o povo não vai entender isso.

Por Helio Vilella,12/07/2018

Meu Deus, o que ele quis dizer, fará TODOS OS MEUS ESFORÇOS, se isso nunca se esforçou por nada.

Por João Carlos,12/07/2018

Esse "a mofadinha" é tão FRACO, que até na politica da "tiro errado".



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM