Jornal do Commercio
ELEIÇÕES 2018

Haddad propõe pacto contra violência: 'isso precisa parar'

"Violência não se responde com violência", disse o candidato do PT

Publicado em 11/10/2018, às 08h18

Os candidatos do PT e do PSL se pronunciaram contra a violência crescente nessas eleições / Foto: AFP
Os candidatos do PT e do PSL se pronunciaram contra a violência crescente nessas eleições
Foto: AFP
JC Online

Diante dos ânimos aflorados no segundo turno das eleições e com a crescente de uma onda de truculência entre os eleitores, o candidato Fernando Haddad (PT) propôs um pacto contra os atos violentos. “Estamos conversando com todas as forças que queiram conter a barbárie, que está em escalada no país. Nós temos que botar um fim nessa violência. É demais o que está acontecendo", afirmou em coletiva de imprensa.

"Estamos recebendo mensagem de atos de violência em todo o país, alguns chegam à imprensa, outros não, além da continuidade das mentiras pelo WhatsApp e pelo Facebook. Isso precisa parar. Violência não se responde com violência", declarou o petista, referindo-se também as correntes falsas que circulas pelas redes.

Bolsonaro 'dispensa' voto de quem pratica violência

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, também se pronunciou nesta quarta (10), através das rede sociais, e afirmou que "dispensa" o voto e qualquer aproximação de quem pratica violência contra outros eleitores.

"A este tipo de gente peço que vote nulo ou na oposição por coerência, e que as autoridades tomem as medidas cabíveis, assim como contra caluniadores que tentam nos prejudicar", disse o presidenciável, alfinetando o concorrente.



Comentários

Por Antonio Luiz,19/10/2018

MENTIR É A CARA DO PT, OUVINTES E LEITORES PERNAMBUCANOS ABRAM SEUS OLHOS, NÃO SE DEIXEM ENGANAR COM QUEM SE APRESENTA COMO CORDEIRO E FALA COMO DRAGÃO! ACORDA POVO PERNAMBUCANO! #LULA TÁ PRESO SEU BABACA!

Por Lourenço,11/10/2018

14 anos de governo Petista é o Brasil não virou uma Venezuela, 14 anos de governo petista e dividas de banqueiros e do agronegócio foram perdoadas, 14 anos de PT e nunca o empresariado no Brasil ganhou tanto dinheiro, 14 anos de PT e a policia federal e o ministério publico tiveram extrema liberdade para investigar tudo que era denunciado. E ainda insistem em chamar o PT de comunista, ou essa gente é muito Burra ou é mal intencionada mesmo. #haddad13

Por helder,11/10/2018

Concordo. O Brasil está indo para um campo perigoso. E como essa divisão entre os brasileiros começou com o PT ("Nós contra eles"), cabe ao PT dar o primeiro passo para diminuir essa polarização extremada. Respeitar as opiniões contrárias é a principal característica da civilização.

Por ELITE DO ATRASO,11/10/2018

O problema meu caro, chamasse a elite viciada em politicas praticadas a mais de 500 anos, eles tira o couro do trabalhador e depois lhe dar uma esmola, e nos pobre sai balançando o rabo feito cachorro. Essa politicas do atraso para o trabalhador, que por consequência disso são jogados em lugares ingrime e em favelas com casas que parece um cabeça de porco, ou seja úmido e sem ventilação. Portanto qualquer inclusão social que for feita, os nosso coronéis viciados na politica do atraso, eles viram bicho e dizem que está errado. O Bosolnaro defende essa politica do atraso.

Por JARBAS LEITE,11/10/2018

HÁ UNICA CHANCE DO HADDAD GANHAR, SERIA PEDIR UM MILAGRE DE DEUS, COMO OS COMUNISTAS NÃO ACREDITAM EM DEUS E QUEREM TIRAR AS IMAGENS DOS CRUCIFIXOS DOS PRÉDIOS PÚBLICOS, COMO É QUE DEUS PODE AJUDAR A UM HEREGE? ENTÃO PEGUE SUA FAMÍLIA E VÁ MORAR NA VENEZUELA OU EM CUBA QUE É LUGAR DE COMUNISTAS. BOLSONARO QUANDO ASSUMIR VAI MANDAR O MAIOR BANDIDO DO BRASIL PARA UMA PRISÃO NORMAL PARA BANDIDOS DE SUA LAIA.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM