Jornal do Commercio
TROTES

Deputado quer multa de R$ 1 mil para quem passar trote a números de emergência

O projeto prevê ainda a duplicação do valor em caso de reincidência

Publicado em 08/11/2018, às 13h20

Para o deputado Zé Maurício, é necessária a adoção de medidas mais enérgicas contra os trotes / Foto: Roberto Soares/Alepe
Para o deputado Zé Maurício, é necessária a adoção de medidas mais enérgicas contra os trotes
Foto: Roberto Soares/Alepe
Marcelo Aprígio

Um projeto de lei do deputado Zé Maurício (PP) em tramitação na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) estabelece multa de até R$ 1 mil para as pessoas que acionarem indevidamente serviços de emergência, atendimentos policiais ou de combate a incêndios.

A proposição acrescenta a penalidade à Lei Estadual n° 14.670/2012, que prevê o ressarcimento dos valores gastos desnecessariamente pelo Poder Público para atender os trotes. No projeto, aprovado nessa quarta-feira (7) pela Comissão de Administração Pública da Alepe, está prevista também a duplicação do valor em caso de reincidência.

"Apesar da Lei nº 14.670 prever o ressarcimento em caso de acionamento indevido, o número de trotes ainda é muito grande. O Corpo de Bombeiros de Pernambuco, apenas em junho de 2018, recebeu 16.486 trotes, denotando a necessidade da adoção de medidas mais enérgicas", disse o parlamentar na justificativa.



Eficiência dos serviços

"Não podemos esquecer que enquanto alguém ocupa as linhas telefônicas dos serviços de emergência ou policiais com um trote, outra pessoa, que efetivamente precisa de ajuda, pode está sendo impedida de receber o socorro necessário", escreve ainda.

O projeto que já havia sido aprovado por outras duas comissões deverá passar por mais uma antes de seguir para o plenário da Alepe.


Recomendados para você


Comentários

Por wilson Inaba,08/11/2018

Esta de parabens. Mesmo quando for menor de idade os pais ou responsaveis terao que assumir. Grato



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM