Jornal do Commercio
DELEGADA

Gleide Ângelo promete fiscalizar atuação da Draco

Deputada mais votada, Gleide Ângelo se posicionou pela primeira vez sobre a extinção da Decasp e a criação do Draco

Publicado em 08/11/2018, às 21h24

Gleide Ângelo promete fiscalizar o Draco quando tomar posse como deputada estadual / Foto: Heudes Regis/JC Imagem
Gleide Ângelo promete fiscalizar o Draco quando tomar posse como deputada estadual
Foto: Heudes Regis/JC Imagem
Paulo Veras

Deputada estadual mais votada da história de Pernambuco, a delegada da Polícia Civil Gleide Ângelo (PSB) se posicionou pela primeira vez após o governador Paulo Câmara (PSB) e a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) extinguirem a Delegacia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp), notória no combate à corrupção política no Estado, ao criar o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco). A socialista prometeu fiscalizar a atuação do novo órgão, em uma nota de esclarecimento publicada no Instagram.

"Quando assumir na Alepe em 01/02/19 terei o mandato e a representatividade popular para acompanhar e fiscalizar se as finalidades constantes na Lei de criação do Draco estão sendo cumpridas", prometeu Gleide Ângelo. A promessa de fiscalizar a atuação do órgão também foi repetida para diversos seguidores que a questionaram nos comentários.

Visualizar esta foto no Instagram.

Amigo(a) s, como sempre, com a transparência que respaldam meus 15 anos de Polícia Civil, irei fazer uns esclarecimentos: 1- Só assumirei à ALEPE em 01/02/19, por isso que hoje estou falando como Delegada e não como Deputada 2- Relativo minha posição sobre a criação do DRACO, informo que para emitir uma opinião, como sempre fiz nos 15 anos de investigação é necessário ouvir os dois lados para argumentar 3 Li o Projeto de Lei da criação do DRACO que ontem se tornou Lei. Vi as falas do SDS, Associação dos Delegados,, Delegada Patrícia Domingos e Delegada Sylvana Lellis. 4- O DRACO é o 6° Departamento da Polícia Civil. Já trabalhei em t03 destes que possuem maior estrutura funcional para os policiais investigarem. 5- Na Lei de criação do DRACO haverá inicialmente duas delegacias e no art. 3º, inciso III consta como atribuição : "apurar e reprimir crimes de corrupção e outras infrações penais contra a administração pública, o patrimônio, a propriedade imaterial, a fé pública e as cometidas por meios eletrônicos. São atribuições que eram da DECASP e estão inseridas nas duas delegacias do DRACO; 6- Para o comando deste importante Departamento foram convidadas duas das melhores Delegadas de Polícia de Pernambuco, Sylvana Lellis e Patrícia Domingos. Mulheres inteligentes, com serviço prestado à Instituição. Sylvana foi minha professora nos dois cursos de formação. Patrícia foi minha colega de academia de polícia. 7- Não é fácil ser mulher em espaços historicamente masculinos. E quando vemos duas mulheres sendo convidadas para comandar um Departamento de Crime Organizado mostra a nossa força e a certeza que os espaços não devem ser ocupados por sexo, e sim por mérito. E nós mulheres estamos sim ocupando nossos espaços 8- Quando assumir na ALEPE em 01/02/19 terei o mandato e a representatividade popular para acompanhar e fiscalizar se as finalidades constantes na Lei de criação do DRACO estão sendo cumpridas. Enfim, informo a todos que a partir de 01/02/19 estarei na ALEPE à disposição de todos e os representarei em todas as demandas do estado. E esclareço que os 412 mil votos serão retribuídos com posições firmes e fundamentadas ! Vamos em frente!



Uma publicação compartilhada por Gleide Angelo (@gleideangelo) em

Na postagem, Gleide Ângelo informou que só se pronunciou após ouvir todos os lados e ler o projeto de criação do Draco. A extinção da Decasp foi a primeira crise política enfrentada por Paulo Câmara após a reeleição, há cerca de um mês.

Professora

Gleide Ângelo saudou a delegada Sylvana Lellis, que assumirá o comando do novo departamento. A socialista também revelou que Sylvana foi sua professora em dois cursos de formação da Polícia Civil.

"Não é fácil ser mulher em espaços historicamente masculinos. E quando vemos duas mulheres sendo convidadas para comandar um Departamento de Crime Organizado mostra a nossa força e a certeza que os espaços não devem ser ocupados por sexo, e sim por mérito. E nós mulheres estamos sim ocupando nossos espaços", escreveu ainda.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM