Jornal do Commercio
Solto

STF manda soltar prefeito do Cabo, Lula Cabral

Desde a prisão, o vice-prefeito Keko do Armazém (PDT) está no comando da prefeitura.

Publicado em 12/01/2019, às 17h23

O prefeito está preso no Cotel desde 19 de outubro / Foto: Giovanni Costa/Alepe
O prefeito está preso no Cotel desde 19 de outubro
Foto: Giovanni Costa/Alepe
JC Online
Com informações do Blog do Jamildo

O presidente do STF, Dias Tofolli, respondendo pelo plantão do órgão superior da Justiça Federal, determinou neste sábado (12) a libertação do prefeito licenciado do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral.

O prefeito está preso no Cotel desde 19 de outubro, após a deflagração da Operação Abismo, da Polícia Federal. Ele foi acusado de supostamente desviar recursos da previdência dos funcionários municipais.

Desde a prisão, o vice-prefeito Keko do Armazém (PDT) está no comando da prefeitura.

Defesa

Um dos advogados do prefeito, Ademar Rigueira, disse agora há pouco que, depois de obter hoje a liminar junto ao Supremo Tribunal Federal, a sua expectativa é que o prefeito seja liberado em breve.



“Já estamos tentando cumprir a liminar. O presidente do STF determinou o cumprimento imediato da decisão, mas deixou que as medidas cautelares substitutivas fossem determinadas pelo relator do caso aqui no TRF5. Não apreciou essa questão, de modo que estamos correndo com as providências para que sejam estabelecidas o quanto antes”, explicou.

O pedido foi apresentado no STF em 21 de dezembro, sendo distribuído para a ministra Carmen Lúcia, que já havia sido sorteada relatora de outros habeas corpus protocolados por outros presos da Operação. Por já ter sido sorteada relatora de habeas corpus da mesma operação, ficou como “preventa” em relação ao pedido de Lula Cabral. Como o STF entrou em recesso em 20 de dezembro, o habeas corpus foi enviado para decisão do presidente do Tribunal, Dias Toffoli.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Alberto,13/01/2019

DOIS PESO E DUAS MEDIDA .... AOS AMIGOS DO REI OS FAVORES ..AOS SEUS INIMIGOS O RIGOR DA LEI. SE NO PEDIDO TIRASSE O CABRAL ELE CONTINUARIA PRESO...;

Por LYRA,13/01/2019

Pelo jeito o GilmaU Mendes ganhou um forte concorrente nas investidas de mandar soltar LADRÕES RICOS, o mercado está ficando concorrido. O cara roubou dinheiro da previdência dos funcionários públicos do município e o cara mandar ele para casa? Como é que querem combater os roubos e a corrupção desta zona chamada brasil, se os próprios membros do nosso podre, desacreditado e não confiável judiciário é quem incentiva o crime organizado, em troca de que, falta descobrirmos.

Por João CARLOS,13/01/2019

s/comentario



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM