Jornal do Commercio
Notícia
Entrevista

Gonzaga Patriota diz que não vê nada de diferente na aposentadoria de Janot

O deputado ainda defendeu o partido ter fechado contra o texto da reforma da Previdência

Publicado em 26/04/2019, às 10h59

O socialista é um dos nomes mais fortes do partido na Câmara Federal / Foto: Luís Macedo / Câmara dos Deputados
O socialista é um dos nomes mais fortes do partido na Câmara Federal
Foto: Luís Macedo / Câmara dos Deputados
De Douglas Fernandes do Blog de Jamildo

Atualizada às 11h19

Em entrevista nesta sexta-feira (26) ao programa Passando a Limpo, da Rádio Jornal, o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) falou sobre reforma da Previdência e considerou normal o valor da aposentadoria do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. Ele receberá o salário integral. Em março, Janot recebeu uma remuneração de R$ 38 mil como subprocurador da República, posto que assumiu após sair do comando da PGR. "Eu não vejo nada de diferente (sobre o valor)", respondeu o socialista. O partido de Patriota, PSB, fechou questão contra a reforma.

O parlamentar fez uma comparação entre a aposentadoria do ex-procurador pelo Regime Próprio de Previdência (RPPS) com a das pessoas que se aposentam pelo INSS.

"Eu acho o seguinte: se ele pagou durante os 35 anos (de atuação) sobre R$ 38 mil, ele pagou por mês, aproximadamente, R$ 5 mil. Esses R$ 5 mil entraram lá na previdência dele, que não é a Previdência Social. Ele vai ter o direito de se aposentar como alguém que paga sobre (o salário) R$ 5 mil. Quem pagou sobre R$ 5 mil, vai se aposentar com os R$ 5 mil que ele pagou durante 35 anos. Ou se pagou o salário mínimo, que é R$ 1 mil, vai se aposentar com R$ 1 mil. Eu não vejo nada de diferente do que pagou o mínimo e do que pagou o máximo", argumentou Gonzaga Patriota.

Projeto

Nessa quinta-feira (25), o PSB anunciou o fechamento de questão contra o texto da reforma. A decisão foi apoiada por Patriota. Na prática, o integrante do partido que votar a favor do projeto, que está na Comissão Especial, poderá ser expulso da sigla. O parlamentar reforçou a posição contrária às mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e a aposentadoria rural.



Perguntado se o PSB poderia rever sua posição com a retirada desses pontos, Patriota afirmou que haver essa possibilidade. Para ele, contudo, os pontos, que contam com resistência de partidos favoráveis à reforma, não serão retirados por decisão do governo.

"Eu sou totalmente a favor de reformas. Mas fazer uma reforma como Michel Temer quis fazer essa reforma da Previdência e o Jair Bolsonaro faz pior do que ele... Ou como fizeram a reforma Trabalhista, que desgraçou com os trabalhadores brasileiros e que acabou com a CLT de Getúlio Vargas... Não se pode fazer uma reforma da maneira como o governo quer. A bancada do partido já tinha fechado questão. Agora o próprio partido fechou questão. E eu fiz um pronunciamento há uma semana exatamente mostrando minha posição totalmente contra", afirmou o socialista.

Trâmite da PEC 

Agora que passou pela aprovação da CCJ e a após a instalação da comissão especial, ela terá 40 sessões para analisar o mérito da proposta. A apresentação de emendas deve ser feita nas dez primeiras reuniões do colegiado.

Caso seja aprovada pela comissão, segue para o plenário da Câmara, onde precisa ser aprovada em duas votações com o aval de três quintos dos 513 deputados em votação nominal, o equivalente a 308 votos. 

Por último, a proposta segue para o Senado Federal.

 

 

 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM