Jornal do Commercio
Notícia
Briga política

Governadores do Nordeste divulgam carta de apoio a Paulo Câmara, após ataques de Bolsonaro

Bolsonaro divulgou vídeo no seu Facebook questionando sobre a paternidade do 13º salário do Bolsa Família

Publicado em 18/10/2019, às 22h40

Paulo Câmara foi ''vítima de um descabido e desrespeitoso ataque'' de Bolsonaro, diz trecho da carta / Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Paulo Câmara foi ''vítima de um descabido e desrespeitoso ataque'' de Bolsonaro, diz trecho da carta
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
JC Online

Após as trocas de acusações entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o governador Paulo Câmara (PSB) sobre a paternidade do 13º salário do Bolsa Família, nas redes sociais, na manhã desta sexta-feira (18), os governadores do Nordeste divulgaram carta afirmando que Paulo foi “vítima de um descabido e desrespeitoso ataque” do presidente Bolsonaro. "Além de inverídica, a mensagem publicada possui um tom inaceitável, em qualquer situação, tornando-se ainda mais grave ao ser assinada pela mais alta autoridade do Poder Executivo nacional. É profundamente lamentável que a missão confiada ao atual presidente seja transformada em um vergonhoso exercício de grosserias e, neste caso, também na propagação de falsidades".

Ao fim da carta, os gestores nordestinos afirmam que continuarão unidos e "firmes no trabalho a favor da população. "Também permanentemente atentos à manutenção de um ambiente que favoreça o diálogo, o respeito às pessoas e o fortalecimento da democracia".

Assinam o documento os governadores Rui Costa (PT-Bahia), Renan Filho (MDB-Alagoas), Camilo Santana (PT-Ceará), Flávio Dino (PCdoB-Maranhão), João Azevedo (PSB-Paraíba), Wellington Dias (PT-Piauí), Fátima Bezerra (PT-Rio Grande do Norte) e Belivaldo Chagas (PSD-Sergipe).

 

Resposta de Paulo Câmara

O governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), através das suas redes sociais, nesta sexta-feira (18), rebateu as acusações do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de que teria sido desonesto ao assumir a paternidade pela criação do 13º do Bolsa Família. “Fui surpreendido, agora pela manhã, com um ataque direto do Presidente da República, que, de maneira desinformada, falta com o respeito ao governador e ao estado de Pernambuco”, disparou.

 

O socialista se refere a um post feito pelo presidente Jair Bolsonaro, em sua página no Facebook, mostrando um vídeo feito no município de Toritama, por um apoiador chamado Abimael Santos em frente a uma propaganda do Governo do Estado sobre o 13º do Bolsa Família. O homem afirma que o governador é “mentiroso” e “enganador” e questiona a falta do símbolo do Governo Federal na peça. “Tu estás querendo surfar na onda Bolsonaro é?”, crítica o rapaz. Na legenda, Bolsonaro declarou: “A desonestidade ainda persiste na política. O espertalhão da vez agora é o Governador de Pernambuco, do PSB. Mas o povo de bem reage às mentiras. Bom dia a todos”.

Ao tomar conhecimento da postagem, publicada na manhã desta sexta-feira, Paulo utilizou o Twitter para comprovar a real paternidade do projeto. “O tema é a paternidade do programa 13o do Bolsa Família, cuja iniciativa estadual o presidente tenta, lamentavelmente, descredenciar, valendo-se de acusações falsas”, escreveu o governador.

De acordo com o governador de Pernambuco, o anúncio do 13º do Bolsa Família foi feito no dia 26 de agosto de 2018, durante sua campanha para reeleição. Cerca de 40 dias depois, um projeto semelhante pelo então candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro. “Em Pernambuco, o projeto - aprovado por unanimidade pela @Alepe ainda em novembro de 2018 - foi lançado formalmente em abril de 2019. Muito antes do presidente assinar a MP que institui o pagamento no âmbito federal, o que aconteceu apenas nesta semana, ainda carecendo de aprovação no Congresso”, justificou.

Paulo Câmara esclarece que se trata de dois programas diferentes, um na esfera estadual e outro na federal. “Um detalhe que parece incomodá-lo, quando o mais importante deve ser assegurar o benefício a milhares de pessoas, que já aguardam ansiosas pelo pagamento”, pontuou.

Geraldo Julio defendeu Paulo Câmara

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), saiu em defesa do governador Paulo Câmara (PSB) na disputa pela "paternidade" do 13º do Bolsa Família. Por nota, o chefe do Executivo municipal reforça que, diferente da acusação feita pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), o governador de Pernambuco apresentou a proposta ainda no primeiro turno durante campanha para a reeleição em 2018.

"Diante da desrespeitosa declaração dada pelo Presidente da República em suas redes sociais ao povo pernambucano e ao Governador de nosso Estado, quero prestar todo meu apoio ao Governador Paulo Câmara, que apresentou o 13º do Bolsa Família Pernambuco como proposta ainda no primeiro turno da sua campanha de reeleição e tirou o compromisso do papel ainda antes de começar o segundo mandato", declarou.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM