Jornal do Commercio
Notícia
TERCEIRA VIA À VISTA

'Príncipe' e deputada ligados a Bolsonaro lançam no Recife movimento que pode gerar candidato à prefeitura

Os deputados federais Luiz Phillipe de Orleans e Bragança (PSL-SP) e Carla Zambelli (PSL-SP) participaram do lançamento do Instituto Dom Pedro II, nesta sexta-feira (15)

Publicado em 15/11/2019, às 22h14

Cerca de 500 pessoas foram ao evento / Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
Cerca de 500 pessoas foram ao evento
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
Editoria de Política

Longe dos tradicionais grupos políticos do Estado, está crescendo um grupo que poderá ser a terceira via na eleição do próximo ano com uma ideologia que é a mesma do atual presidente da República: a defesa de uma economia liberal e dos costumes ultraconservadores. “As prefeituras são importantes, e têm que ser resgatadas as prefeituras de Pernambuco”, disse nesta sexta-feira (15) o deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP), que considera esse o primeiro passo para a expansão do projeto de poder da direita no País.

Ele proferiu uma palestra para cerca de 500 pessoas – segundo os organizadores – no lançamento do Instituto Dom Pedro II, que ocorreu na sede da Associação Comercial de Pernambuco, no Bairro do Recife.

O parlamentar é chamado de “príncipe” por ser descendente da família imperial do País. Segundo ele, ainda não dá para saber se o Aliança Pelo Brasil conseguirá ter candidatos a prefeito no próximo ano. A nova legenda será criada pela família do atual presidente da República, que anunciou a sua saída do PSL – partido pelo qual se elegeu – depois de desentendimentos públicos entre o chefe do Executivo e e o deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE), presidente da sigla. “Se o partido for rápido, teremos candidatos. Caso contrário, podem surgir apoios a outros candidatos”, disse, em entrevista coletiva.



Esta semana, foi divulgado que o “príncipe” não fora escolhido como o vice-presidente de Jair Bolsonaro, na campanha do ano passado, porque o advogado Gustavo Bebianno (PSDB-RJ) – na época braço direito de Bolsonaro – supostamente mostrara um dossiê com fotos de Luiz Philippe envolvido numa orgia. Bebiano também o acusou de ter tratado mal um morador de rua. “Não tenho interesse em ressuscitar essa história. É uma história vencida. Não me sinto ofendido por nada do que aconteceu. É natural num sistema que faz desinformação. Se não há nada contra aquela pessoa, se inventa uma história”, contou Luiz Philippe.
Mas seguiu falando do tema. “Foi uma conspiração do último minuto. Ele (Bebianno) sabia que no domingo era o último dia legalmente para a decisão (sobre a vice-presidência), e aí desinformaram o presidente, que optou pelo Mourão (Hamilton – PRTB). Foi só uma dinâmica conspiratória que me tirou do cargo de vice-presidente.”

O evento contou com palestras do presidente da Embratur, Gilson Machado Neto (PE), e da deputada federal Carla Zambelli (SP), ambos do PSL. Entre eles, o príncipe foi o mais aplaudido e aproveitou o evento para fazer o lançamento do livro Por Que o Brasil é um País Atrasado?, de sua autoria.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Entrevista ao Resenha Política

Em entrevista ao Resenha Política, da TV JC, na manhã desta sexta-feira (15), Luiz Philippe afirmou que não há o que comemorar neste 15 de novembro e sugeriu a revogação do feriado da Proclamação da República. “Quem sabe, quando tivermos a consciência ampla de que isso foi um golpe de Estado prejudicial à estabilidade política do Brasil, a gente revogue esse feriado”, argumentou. Ele considera que houve “um golpe” com a proclamação da República, versão que também é compartilhada por vários historiadores.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM