Jornal do Commercio
Artigo
opinião

Igor Maciel: Consórcio Nordeste decretou trégua com governo federal

''Utilizar o grupo para criar animosidade com o governo federal, como se fosse um “movimento de resistência”, além de ser contraproducente, gera desconfiança com investidores. Os gestores resolveram corrigir isso''. Leia o comentário de Igor Maciel

Publicado em 22/11/2019, às 08h15

Governadores se uniram para fechar contratos / Foto: Secom/Governo da Paraíba
Governadores se uniram para fechar contratos
Foto: Secom/Governo da Paraíba
Igor Maciel, da coluna Pinga Fogo

Igor Maciel, da coluna Pinga Fogo*

O Consórcio Nordeste não tem problema de conteúdo. O problema, desde o início, era a forma. Utilizar o grupo para criar animosidade com o governo federal, como se fosse um “movimento de resistência”, além de ser contraproducente, gera desconfiança com investidores. Os gestores resolveram corrigir isso. Antes da viagem que fazem pela Europa, foram ao Itamaraty visitar o ministro Ernesto Araújo. Bom sinal.

Mas outro bom fruto do Consórcio é que para acessar benefícios, como num clube, é preciso fazer ajustes próprios. Em Pernambuco, pra ter acesso à economia com as compras coletivas, a gestão pretende melhorar os pagamentos aos fornecedores. Ideia é evitar que, na hora de fechar negócio, as empresas digam que não querem vender para esse ou aquele Estado, com medo de não receber. Hoje, o risco de isso acontecer é grande.



É também pra isso, e não apenas para pagar o 13º, que o governo estaria apressado em receber a dívida da Petrobras e negociar o IPVA pra fazer caixa até o fim do ano. Objetivo principal dos projetos votados na Alepe seria ter dinheiro pra pagar e recuperar credibilidade junto aos fornecedores. Não é que o Vaticano precise analisar, por enquanto, mas há fornecedores brincando que “o Consórcio pode fazer um milagre”.

*Igor Maciel é titular da coluna Pinga Fogo, no Jornal do Commercio

Leia mais comentários de Igor Maciel:

Governo de Pernambuco correndo para fechar as contas

Ciro Gomes deve saber de coisas que ninguém sabe ou está só torcendo que o país dê errado

No Recife, Lula acena para Marília Arraes e João Campos

Em discurso, Lula chamou mais atenção pelo que não disse do que pelo que disse

Bancada precisa pensar mais em Pernambuco e menos nos próprios partidos

Novo partido põe em risco governabilidade e futuro político de Bolsonaro




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM